• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Saúde Claudia Rodrigues deixa hospital e explica tratamento para infecção no rosto Atriz e humorista sofreu complicações devido a quadro de esclerose múltipla

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 29/11/2017 15:38 Atualizado em: 29/11/2017 17:18

Atriz divulgou imagens da evolução do tratamento nas redes sociais. Foto: Facebook/Reprodução
Atriz divulgou imagens da evolução do tratamento nas redes sociais. Foto: Facebook/Reprodução
Hospitalizada desde o dia 16 de novembro, após sofrer uma infecção no rosto provocada pelo vírus herpes-zóster, causador da catapora, a atriz Claudia Rodrigues já recebeu alta e segue com tratamento em casa. Intérprete de papéis memoráveis na televisão brasileira, como Marinete, em A diarista, e Ofélia, em Zorra total, Claudia teve seu quadro agravado devido à baixa imunidade causada pela esclerose múltipla, doença contra a qual luta desde 2000, quando foi diagnosticada. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Claudia estava internada no Hospital Albert Einstein realizando o tratamento contra a infecção provocada pelo vírus da catapora, que se espalhou ao redor do olho esquerdo ameaçando comprometer a visão da atriz. No Facebook, a humorista compartilhou imagens da evolução do tratamento contra a infecção. "Quase curada, o que levaria mais 15 dias para ficar assim levou 3 dias. Para quem não conhece, o Bemer é um tratamento alemão que veio para revolucionar a medicina. Já existe na Alemanha há 25 anos e agora veio para o Brasil. Tira dor em 16 minutos, não tem contra-indicação, para diversos tipos de doenças, artrose, artrite, nervo ciático entre outros até para diabetes", comentou na publicação. 

Segundo informações divulgadas por sua empresária, Adriane Bonato, Claudia deve seguir com o tratamento em uma clínica no interior de São Paulo. Devido ao tratamento contra os sintomas da esclerose múltipla, ela está afastada da televisão e do teatro, chegou a realizar um transplante de células-tronco em 2015 e utiliza suas páginas nas redes sociais para divulgar informações sobre o tratamento e conscientização a respeito da doença.

Confira a publicação:



Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.