• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão SBT dispensa protagonista de Carinha de Anjo Lorena Queiroz, de 6 anos, vive Dulce Maria na novela infantil

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 29/11/2017 12:41 Atualizado em: 29/11/2017 19:37

Lorena vive Dulce Maria em Carinha de Anjo, no ar até 2018 no SBT. Foto: SBT/Divulgação
Lorena vive Dulce Maria em Carinha de Anjo, no ar até 2018 no SBT. Foto: SBT/Divulgação

A atriz Lorena Queiroz, de 6 anos, não fará mais parte do quadro de funcionários do SBT. A emissora decidiu não renovar o contrato com a protagonista da novela infantil Carinha de anjo, que ficará no ar até abril do ano que vem. A informação foi confirmada ao Viver pela assessoria de imprensa da empresa, que ressaltou que o contrato com Lorena se encerrou após o fim das gravações, no mês passado. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

Além dela, os humoristas Carlinhos Aguar e Moacyr Franco e o ator-mirim Jean Paulo Campos (conhecido por interpretar Cirilo na novela Carrosel) foram desligados do SBT recentemente. Aguiar, que integrava o quadro Jogo dos pontinhos no Programa Silvio Santos, acusou Mara Maravilha. "Não sei por quê. Falaram que era contenção de despesas, não acredito que seja. Pode ser alguém que não gosta de mim e me mandou embora. Porque não tinha motivo. É um programa que eu faço direto. Se foi sacanagem de alguém, não levaram em consideração o tempo todo de casa", lamentou ele, ao UOL, após ser comunicado da demissão. 

Já os pais de Jean Paulo Campos, de 14 anos, se disseram surpresos ao saber que o filho havida sido demitido. "Infelizmente ficamos muito surpreendidos e tristes com a notícia do término do contrato com o Jean. Mas somos muito gratos pela oportunidade que o SBT e o Silvio deram ao nosso filho e a nossa família", disseram, em comunicado. Em um vídeo publicado no YouTube, Moacyr afirmou que tinha um salário "insignificante" de R$ 40 mil. "Estranhei um pouquinho, porque meu salário era tão insignificante... Mas eu estou aqui para dizer que não tenho nada, nada, nada a reclamar do SBT. Muito pelo contrário, o SBT me deu muita oportunidade", disse o humorista de A praça é nossa

Acompanhe o Viver no Facebook: 




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.