• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Representatividade Barbie veste o véu islâmico pela primeira vez na história da boneca Ação foi homenagem à esgrimista Ibtihaj Muhammad, que fez história ao ser a primeira atleta a competir usando o hijab na Olimpíada do Rio em 2016

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 14/11/2017 10:12 Atualizado em:

Muhammad agradeceu homenagem nas redes sociais: "Sonho de infância se tornando realidade". Foto: Instagram/Reprodução
Muhammad agradeceu homenagem nas redes sociais: "Sonho de infância se tornando realidade". Foto: Instagram/Reprodução

A boneca Barbie, criada em 1959, usará pela primeira vez um hijab - véu utilizado por mulheres islâmicas para cobrir os cabelos. O anúncio foi feito pela Mattel por meio das redes sociais. A ação ocorre em homenagem à esgrimista norte-americana Ibtihaj Muhammad, que fez história na Olímpia do Rio de Janeiro, no ano passado, ao ser a primeira atleta a competir na modalidade utilizando o adereço. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

"Estamos muito animados em honrar Ibtihaj Muhammad com uma boneca Barbie única! Ibtihaj continua a inspirar mulheres e menina em todos os lugares quebrando barreiras", comemorou o perfil no Instagram da boneca, que já ganhou diferentes versões ao longo dos últimos anos para promover maior representatividade além do padrão estético, como bonecas negras, com curvas e até com estrias, sendo esta última a criação de um designer independente. 

Muhammad, que tem 30 anos de idade, agradeceu a homenagem. "Obrigada, Mattel, por me anunciar como o mais recente membro da família Barbie. O programa Shero reconhecer mulheres que rompem barreiras e inspiram as próximas gerações de meninas. Estou muito emocionada de me unir a este incrível grupo de mulheres. Estou orgulhosa de saber que meninas de todo o mundo podem agora brincar com uma Barbie que escolhe usar o hijab. Este é um sonho de infância transformado em realidade", escreveu ela. 

Acompanhe o Viver no Facebook: 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.