• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Animage Festival Internacional de Animação de Pernambuco divulga programação Mostra terá 112 produções exibidas entre os dias 24 de novembro e 3 de dezembro

Por: Breno Pessoa

Publicado em: 14/11/2017 07:00 Atualizado em: 14/11/2017 08:38

Ingressos para sessões no São Luiz e Cinema do Museu custam R$ 5. Foto: Victor Jucá/Divulgação
Ingressos para sessões no São Luiz e Cinema do Museu custam R$ 5. Foto: Victor Jucá/Divulgação

Pouco mais de dez dias separam o fim do 10º Janela Internacional de Cinema do Recife, encerrado no domingo, e o início do Animage - Festival Internacional de Animação de Pernambuco, com abertura marcada para o dia 24. O breve espaço de tempo entre os eventos ajuda a reforçar o caráter quase complementar que o segundo oferece, abarcando um importante segmento da sétima arte. As exibições serão realizadas até o dia 3 de dezembro nos cinemas São Luiz e Fundação/Museu, além de espaços na Caixa Cultural Recife, Jump, Apolo 235 e Teatro Bianor Mendonça Monteiro, em Camaragibe. No São Luiz e no Museu, os ingressos custarão R$ 5. Nos demais espaços, o acesso será gratuito, com entradas distribuídas uma hora antes das sessões.


Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

A oitava edição do Animage terá 112 produções exibidas, sendo 98 curtas-metragens, oito longas e seis episódios televisivos de Angeli, the killer, série documental em stop motion sobre o quadrinista brasileiro. Um dos aspectos mais valiosos do festival é o acesso a obras inéditas e de difícil acesso: nenhum dos longas foi exibido anteriormente no Recife, a exemplo de Torrey pines, escalado para a sessão de abertura, dia 28, às 19h, no Cinema São Luiz. Autobiográfica, a animação do cineasta trans Clyde Petersen reconta uma viagem pelos EUA feita durante a infância, quando ainda era uma menina, ao lado da mãe, que sofre de esquizofrenia.

Outro dos carros-chefes é I'll just live in Bando, do sul-coreano Lee Yongsun. A produção acompanha as angústias de um ator desempregado que recusa um papel para assumir uma vaga de professor, trabalho que poderá render maior estabilidade financeira. A exibição será no dia 1º de dezembro, às 19h, no São Luiz. Na sequência, às 20h30, tem início a Mostra Erótica, responsável por algumas das sessões mais disputadas do festival. A seleção deste ano reúne 11 produções nacionais e internacionais, incluindo Vênus - Filó, a fadinha lésbica, de Sávio Leite, exibida no Festival de Berlim. Também merecem destaque na programação regular o iraniano Teerã tabu, de Ali Soozandeh, e o chinês Tenha um bom dia, de Liu Jian, ambos proibidos de serem exibidos nos países de origem por conta do teor político.

I'll just live in Bando, do sul-coreano Lee Yongsun. Foto: Animage/Divulgação
I'll just live in Bando, do sul-coreano Lee Yongsun. Foto: Animage/Divulgação

Como em anos anteriores, o festival também traz conteúdo prático e teórico sobre o setor, com três oficinas: Bonecos artesanais para stop motion, ministrada por Claire Sichez, Rotoscopia para crianças, por Renato Duque, e Animação com recortes, comandada por Chia Beloto e Marilia Cantuária. Gratuitos, os cursos serão oferecidos entre os dias 27 de novembro e 1º de dezembro, na Caixa Cultural. No dia 30 de novembro, a animadora Rosana Urbes apresenta masterclass sobre processo de criação, no mesmo local, às 17h30.

[Programação

OFICINAS - De 27 de novembro a 1º de dezembro na Caixa Cultural Recife

9h às 13h - Oficina "Bonecos Artesanais para Stop Motion”, com Claire Sichez
14h às 18h - Oficina "Rotoscopia para Crianças", com Renato Duque
14h às 18h - Oficina “Animação com Recortes”, com Chia Beloto e Marila Cantuária

Dia 24 de novembro – sexta-feira

Caixa Cultural Recife
19h – Sessão Mostra Especial Jean-François Laguionie. Longa: A Ilha de Black Mór (França, 2003, 81’)

Dia 25 de novembro – sábado

Caixa Cultural Recife
19h – Sessão Mostra Especial Jean-François Laguionie. Longa: Le Tableau (França, 2011, 76’)

Dia 28 de novembro – terça-feira

Caixa Cultural Recife

14h30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1:
DAM! The Story of Kit the Beaver, de Kjell Boersma (Canadá, 2017, 12'24") 
Sabaku, de Marlies van der Wel (Holanda, 2016, 2'20")
A Deux Doigts, de Lucie Thocaven (Bélgica, 2016, 6')
The Cloud and the Whale, de Alyona Tomilova (Rússia, 2016, 3'31")
Le Petit Bonhomme de Poche, de Ana Chubinidze (França, 2016, 7'31")
La Cage, de Loic Bruyere (França, 2016, 6')
Black Rhino, de Paolo Conte (Itália, 2016, 3'57")
Awesome Beetle's Colors, de Idra Sproge (Letônia, 2016, 3'13")
El Niño y la Noche, de Claudia Ruiz (Argentina, 2017, 13'54")

16h – Sessão Mostra Competitiva 2:
Sans Chlorophyll, de Phil Davis (Estados Unidos, 2017, 2'50")
Emanations: A Visual Poem, de Patrick Jenkins (Canadá, 2017, 4'38")
Fazenda Rosa, de Chia Beloto (Brasil, 2017, 9'5")
Pépé Le Morse, de Lucrèce Andreae (França, 2017, 14'45")
Power, de Dana Sink (Estados Unidos, 2017, 2'22")
The Realm of Deepest Knowing, de Seunghee Kim (Coreia do Sul, 2017, 3'30") 
Susurrus, de Na Yon Cho (Estados Unidos, 2016, 4'56")
Awesome Beetle's Colors, de Idra Sproge (Letônia, 2016, 3'13")
Eva, de Chiara Tessera (Itália, 2017, 6'09")

17h30 – Sessão Mostra Competitiva 1:
Katagami, de Frédéric Hainaut (Japão, 2016, 3'15") *curta não recomendado para portadores de eplepsi
Tailor, de Calí dos Anjos (Brasil, 2017, 9'47")
Strange Case, de Zbigniew Czapla (Polônia, 2017, 13'30")
Pépé Le Morse, de Lucrèce Andreae (França, 2017, 14'45") - What Is Your Brown Number?, de Vinnie Ann Bose (Índia, 2016, 4'31") - A Bolinha Azul Que Está Constantemente Triste, de Eduardo Wahrhaftig (Brasil, 2017, 1'11") - Le Marcheur, de Frédéric Hainaut (Bélgica, 2017, 11'19") - Lupus, de Carlos Gomez Salamanca (Colômbia, 2016, 8'51") - Love, de Reka Bucsi (Estados Unidos, 2016, 14'33") Cine São Luiz 19:00 – Sessão de Abertura - Mostra Expectativa e Longa "Torrey Pines" de Clyde Petersen (Estados Unidos, 60’).

Dia 29 de Novembro – quarta-feira
 
Caixa Cultural Recife

14h30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2:
O Violeiro Fantasma, de Wesley Rodrigues (Brasil, 2017, 6'50")
Vulkansziget, de Anna Katalin Lovirty (Hungria, 2017, 9'13")
Link, de Robert Löbel (Alemanha, 2017, 7'34")
El Hombre Más Chiquito del Mundo, de Juan Pablo Zaramella (Argentina, 2017, 1'10")
Gagarin, de Erick Grigorovski (Canadá, 2017, 4')
Hybrids, de Florian Brauch, Matthieu Pujol, Kim Tailhades, Yohan Thireau e Romain Thirion (França, 2017, 6'18")
CONTACT, de Katy Wang (Inglaterra, 2017, 7'26")
La Loba, de Julia de Macedo Nicolescu (Brasil, 2017, 3'09")
Willie and The Foxtrot 01, de Esteban Polito e Santiago Uriarte (Uruguai, 2017, 2'06")
Perviy Grom, de Anastasia Melikhova (Rússia, 2017, 5')
A Priori, de Maïté Schmitt (Alemanha, 2017, 3'29")
Layers of Fear, de Hsin-Ying Liu (Inglaterra, 2017, 3'29")
Pixied, de Agostina Ravazzola e Gabriela Sorroza (Argentina, 2017, 8'24")

16h – Sessão Mostra Competitiva 3:
Dead Reckoning, Paul Wenninger e Susan Young (Áustria, 2017, 2'49")
The Absence of Eddy Table, de Rune Spaans (Noruega, 2016, 12'18")
NSFWhale, de Nathan Campbell e Alec Cummings (Estados Unidos, 2016, 1'55")
O Matko!, de Paulina Ziolkowska (Polônia, 2017, 12'16")
Torre, de Nádia Mangolini (Brasil, 2017, 18'31")
Projection Sur Canapé, de Violette Delvoye (Bélgica, 2016, 6'38")
The Full Story, de Daisy Jacobs e Christopher Wilder (Inglaterra, 2017, 7'31")

17h30 – Sessão Mostra Competitiva 4: - Lagune, de Mathieu Labaye e Hannah Letaïf (Bélgica, 2017, 6'08") - Manolo, de Abel Ringot (França, 2017, 11'30") - Plantae, de Guilherme Gehr (Brasil, 2017, 10'25") - Phototaxis, de Melissa Ferrari (Estados Unidos, 2017, 6'45") - Dandelion, de Elisa Talentino (Itália, 2017, 2'52") - Cavalls Morts, de Marc Riba e Anna Solanas (Espanha, 2016, 6'15") - RotoJam3, de Ashley Lo Russo (Canadá, 2016, 2'57") - The Hoopoe and The Owls, de Narges Haghighat (Canadá, 2017, 3'45") - Running Lights, de Gediminas Siaulys (Lutânia, 2017, 11'20")
A animação iraniano Teerã tabu, de Ali Soozandeh. Foto: Animage/Divulgação
A animação iraniano Teerã tabu, de Ali Soozandeh. Foto: Animage/Divulgação

Cinema da Fundação Museu
14h – Sessão Mostra Competitiva 5: - Cigarro Azul, de Ricardo Vieira Lisboa (Portugual, 2017, 2'15") - Diamenteurs, de Chloé Mazlo (França, 2016, 11'13") - Button, de Maxim Kulikov (Rússia, 2016 (Bélgica, 2016, 7'55") - Framed, de Marco Jemolo (Itália, 2017, (Rússia, 2016, 7') - La Bataille de San Romano, de Georges Schwizgebel (Suíça, 2017, (França, 2016, 2'25") - Who's The Daddy, de Wong Ping (China, 2017, 9'15") - Sob o Véu da Vida Oceânica, de Quico Meirelles (Brasil, 2016, 8'47") - Cinq Ans Après La Guerre, de Samuel Albaric, Martin Wiklund e Ulysse Lefort (França, 2017, 16'39") 15:20 – Sessão Mostra Competitiva 2 (reprise) 16:40 – Sessão Mostra Competitiva 1 (reprise)

Cine São Luiz
19h – Sessão Mostra Brasil 1: - Oceano, de Renato Duque (São Paulo, 2017, 15'40") - Sob o Véu da Vida Oceânica, de Quico Meirelles (São Paulo, 2016, 8'47") - Momento Psicodélico Nº 13: Breech Delivery, de Daniel Bruson (São Paulo, 2017, 1'06") - Torre, de Nádia Mangolini (São Paulo, 2017, 18'31") - Tailor, de Calí dos Anjos (Rio de Janeiro, 2016, 9'47") - A Bolinha Azul Que Está Constantemente Triste, de Eduardo Wahrhaftig (São Paulo, 2017, 12') - Vênus – Filó a fadinha Lésbica, de Sávio Leite (Belo Horizonte, 2017, 6')

20h30 – Sessão Mostra Especial "Angeli – The Killer", de Cesar Cabral (Brasil, 71’).

Dia 30 de Novembro – quinta-feira

Caixa Cultural Recife
14h30 – Sessão Mostra Competitiva 5 (reprise)

16h – Sessão Mostra Competitiva 6:
Limoeiro, de Joana Silva (Inglaterra, 2016, 4'40")
Última Chamada, de Sara Barbas (Portugal, 2016, 11'30")
Momento Psicodélico Nº 13: Breech Delivery, de Daniel Bruson (Brasil, 2017, 1'40")
Oceano, de Renato Duque (Brasil, 2017, 15'38")
Nocna Ptica, de Spela Cadez (Eslovênia, 2016, 8'50")
Happy End, de Jan Saska (República Checa, 2016, 5'43")
Race, de Yan Dan Wong (Inglaterra, 2016, 2'48")
Alphonse S’égare, de Jean-Luc Greco e Catherine Buffat (França, 2016, 14')

17h30 – Masterclass: Processo de Criação, com Rosana Urbes


Cinema da Fundação Museu

14h – Sessão Mostra Competitiva 3 (reprise)

15h20 – Sessão Mostra Competitiva 8:
Hammersmith, de Kate Sweeney (Inglaterra, 2016, 4'14")
Sog, de Jonatan Schwenk (Alemanha, 2017, 10'14")
Caminho dos Gigantes, de Alois Di Leo (Brasil, 2016, 11'52")
Lugar em Parte Nenhuma, de Bárbara de Oliveira e João Rodrigues (Portugal, 2016, 6'21")
Em Crise, de Amir Admoni e Paula Rocha (Brasil, 2016, 1'30")
Catherine, Britt Raes (Bélgica, 2016, 11'51")
Min Börda, de Niki Lindroth Von Bahr (Suécia, 2017, 14'45")

16h40 – Sessão Mostra Competitiva 7:

In a Nutshell, de Fabio Friedli (Suíça, 2017, 4'14")
Vênus – Filó a Fadinha Lésbica, de Sávio Leite (Brasil, 2017, 6'28")
Knocksrtike, de Genis Rigol Alzola, Pau Anglada e Marc Torices (Espanha, 2016, 5'25")
Die Brücke Über Den Fluss, de Jadwiga Kowalska (Suíça, 2016, 5'50")
I Want Pluto to be a Planet Again, de Marie Amavoukeli e Vladimir Mavounika Kouka (França, 2016, 13'30")
Tête à Tête, de Natasha Tonkin (Inglaterra, 2017, 7'41")
Hate for Sale, de Anna Eijsbouts (Holanda, 2017, 2'40")
Balkon, de Dávid Dell'Edera (Hungria, 2016, 6'07")
Diep, de Michelle Verhoeks (Holanda, 2016, 4'10")
Journal Animé, de Donato Sansone (França, 2016, 3'30") Cine São Luiz

19h – Sessão Mostra Brasil 2:
Fazenda Rosa, de Chia Beloto (Recife, 2017, 8'19") - Plantae, de Guilherme Gehr (Rio de Janeiro, 2017, 10'25") - Em Crise, de Amir Admoni e Paula Rocha (São Paulo, 2016, 1'30") - Caminho dos Gigantes, de Alois Di Leo (São Paulo, 2016, 11'52") - La Loba, de Julia de Macedo Nicolescu (Rio de Janeiro, 2017, 3'09") - O Violeiro Fantasma, de Wesley Rodrigues (Aparecida de Goiânia, 2017, 6'50") 20:30 - Sessão Mostra Especial Longa "Tenha um Bom Dia" de Liu Jian (China, 77’).

Dia 1º de dezembro – sexta-feira

Caixa Cultural Recife

14h30 – Sessão Mostra Competitiva 7 (reprise)

16h – Sessão Mostra Competitiva 8 (reprise)

17h30 – Debate: O Mercado de Animação em Pernambuco, com Marcos Buccini (mediador), Ulisses Brandão (Viu Cine), Felipe Almeida (Mr. Plot) e Marcelo Vaz (Z4 Estúdio).

Cinema da Fundação Museu

17h – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)

18h20 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

19h40 – Sessão Mostra Competitiva 4 (reprise)

21h – Sessão Mostra Competitiva 6 (reprise) Cine São Luiz

19h – Sessão Mostra Especial Longa: I'll just live in Bando, de Yongsun Lee (Coreia do Sul, 85’)

20h30 – Sessão Mostra Especial Erótica:
Peep Show, de Rino Stefabo Tagliafierro (Itália, 2016, 7'45")
Vênus – Filó a Fadinha Lésbica, de Sávio Leite (Brasil, 2016, 6'28")
Jennifer and Tiffany, de Momoko Seto (França, 2011, 2'09")
The D in David, de Michelle Yi e Yaron Farkash (Estados Unidos, 2016, 3')
Luscious, de Xuecheng Xu (Estados Unidos, 2016, 1'30")
Pussy, de Renata G%u0105siorowska (Polônia, 2016, 8'22")
Putain, de Cypria Donato (Bélgica e França, 2015, 5'16")
Quod Libet, de Gerrit van Dijk (Holanda, 1977, 7')
Dark Chocolate, de Beate Höller (Alemanha, 2017, 4')
Octopus Love Affair, de Momoko Seto (França, 2011, 2'34")
XOXO Poca%u0142unki i U%u015Bciski, de Wiola Sowa (Polônia, 2016, 13'54")

Dia 2 de dezembro – sábado
 
Caixa Cultural Recife
14h30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)

16h – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

17h30 - Sessão Mostra Especial Jean-François Laguionie. Longa: Louise en Hiver (França, 2016, 75’)

19h – Sessão Mostra Especial Angeli – The Killer, de Cesar Cabral (Brasil, 70’)

Jump – Apolo 235

19h – Sessão Mostra Brasil 1 (reprise)

Cine São Luiz

19h – Sessão Mostra Especial Monstra à Solta (Portugal):
Fado Lusitano, de Abi Feijó (1995, 6’)
Como uma Sombra na Alma, de Fernando Galrito (2005, 10’)
Smolik, de Cristiano Mourato (2009, 8’)
Kali, O Pequeno Vampiro, de Regina Pessoa (2012, 9’)
Compositio III, (Coletivo) coordenação de Miguel Pires de Mato (2012, 9’)
Fuligem, de David Doutel e Vasco Sá (2012, 6’)
Fado do Homem Crescido, de Pedro Brito (2012, 7’)
Amélia & Duarte, de Alice Guimarães e Mónica Santos (2015, 9’)

20h30 - Sessão Mostra Especial. Longa: Teerã Tabu, de Ali Soozandeh (Alemanha/Áustria, 96’)

Dia 3 de dezembro – domingo

Caixa Cultural Recife
10h30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise) 11:45 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

Cine São Luiz
14h - Sessão Mostra Especial Longa Minha Vida de Abobrinha, de Claude Barras (Suíça/França), 70’)

Cinema da Fundação Museu
14h – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)
15h20 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)
16h40 - Premiação Mostra Competitiva com de Sessão dos Curtas Premiados e resultado das oficinas

Jump –
Apolo 235
17h – Sessão Mostra Brasil 2 (reprise) Teatro Bianor Mendonça Monteiro

16h – essão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)

17h – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.