• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música Bregas clássicos de Pernambuco ganharão videoclipes gravados por ícones do ritmo no estado 'Amor de rapariga' e outras canções serão retratadas em vídeos através do projeto Brega Retrô

Por: Alef Pontes

Publicado em: 08/11/2017 08:00 Atualizado em: 08/11/2017 00:55

Projeto reúne cantores para gravação de videoclipes. Fotos: YouTube/Facebook/Reprodução
Projeto reúne cantores para gravação de videoclipes. Fotos: YouTube/Facebook/Reprodução

Se você mora ou já morou em Pernambuco na última década, provavelmente ouviu e até mesmo cantou refrões como "Amor de rapariga não vinga não" e "O homem que eu encontrei me fez feliz, me abriu todas as portas do amor". Mas, se der uma vasculhada nos serviços de streaming, dificilmente encontrará registros audiovisuais destes sucessos. Isso porque, apesar de se tratar de expressão cultural genuinamente pernambucana e de dominar os caixas de sons das ruas e festas, a música brega - e periférica, em geral - sempre esteve à margem dos mecanismos tradicionais de produção e tecnologia. Situação que vem mudando recentemente pelas mãos dos contemporâneos do bregafunk. Desde a terça-feira (7), porém, artistas que marcaram a chamada "geração romântica" e que figuram na memória afetiva dos recifenses ganham, pela primeira vez, um videoclipe. Este é o intuito do projeto Brega Retrô, que reúne 12 nomes do gênero para lançar vídeos inéditos de seus trabalhos.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Segundo o idealizador do projeto, o cinegrafista João Paulo, o Brega Retrô surgiu de uma inquietação pessoal para valorizar a memória do "brega romântico" dos anos 2000 e resgatar artistas que começavam cair no ostracismo do mercado fonográfico. "Nós temos muitas bandas de brega que marcaram época e que sequer tiveram acesso ao registro de um clipe, mesmo de suas músicas mais icônicas, e que ficaram esquecidas ao longos dos anos", explica.

"São artistas que traduziram sentimentos, alguns que não se apresentam mais ou que mudaram de banda, mas que deixaram a sua marca", conta. Para realizar a convocação dos grupos, ele conta que procurou o compositor produtor musical Rivan Monteiro, que atuou ao lado de algumas bandas da cena brega: "A minha relação com o brega é a de quem acompanhava e achava 'arretado', mas não tinha contato mais próximo com esses artistas. Aí é onde entra Rivan, que produziu muita música boa na época. Eu sugeri alguns nomes que queria, ele deu outras indicações e fomos atrás desses artistas."

Uma destas artistas é a cantora Palas Pinho, vocalista da banda Ovelha Negra, que comemora a iniciativa. "Agora que o brega foi reconhecido como Expressão Cultural de Pernambuco, eu venho em um trabalho constante para divulgar e incentivar nossa cena musical. E trabalhos como esse são fundamentais para dar este reconhecimento", conta Palas, que gravará vídeo para o hit Amor de rapariga. "Venho pesquisando e catalogando registros da produção brega o estado e é impressionante a dificuldade de se encontrar. Quando você vai no YouTube, até acha as músicas com as fotos, mas os únicos vídeos são gravações se qualidade de shows ou de programas televisivos", lamenta a artista.

Além de Palas Pinho e da banda Ovelha Negra, participam do projeto Dayane Henrique (ex-Frutos do Amor), Eli (Banda Aparências), Isa Falcão (Espartilho), Dani Miller (Lolyta), Roberta Lyon (ex-Beijo Bhom), Didi da Paixão (ex-Paixão Brasileira do Brega), Kassandra (ex-banda Bregueço), Danilo e Rafael (Swing do Amor), Gutto Liporacci (Banda Afrodite), Fernando (Banda Luminar) e Eliza Mell (ex-Brega.com).

As gravações foram iniciadas nesta terça-feira (7), em um estúdio na Zona Norte do Recife, e os trabalhos serão lançados, inicialmente, no canal do YouTube do projeto no próximo mês. A ideia do diretor é promover ainda o lançamento de um DVD com o resultado das gravações. Entre os sucessos que se tornarão clipe estão Diário, da ex-Frutos do Amor Dayane, Ânsia, da Brega.com, e Não deixe o brega morrer, da Aparências.

Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.