• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
TV MasterChef Profissionais: Candidato erra a mão no açúcar do bolo e é eliminado Na prova de confeitaria os candidatos reproduziram o bolo Dobos, receita da Hungria

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 25/10/2017 00:38 Atualizado em: 25/10/2017 00:50

Francisco e Clécio ficaram na berlinda. Os cozinheiros tinham uma relação de cumplicidade. Foto: Band/Divulgação
Francisco e Clécio ficaram na berlinda. Os cozinheiros tinham uma relação de cumplicidade. Foto: Band/Divulgação


O episódio do MasterChef Profissionais desta terça-feira (24) uniu gastronomia, teatro e música. Na prova em equipe, os cozinheiros visitaram os bastidores do espetáculo Les Miserables, em São Paulo, e prepararam um menu finger food para 120 convidados. Já na prova de eliminação, mostraram as habilidades com a confeitaria e tiveram que reproduzir um bolo da Hungria chamado Dobos. Clécio errou ao utilizar açúcar granulado no creme de manteiga, que deixou a receita muito doce, e foi o eliminado da noite. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre


O primeiro desafio dos cozinheiros foi preparar um menu degustação para a festa em comemoração as 200 apresentações do musical francês. Eles tinham que criar receitas no conceito finger food - comida que pode comer com as mãos - inspirada na gastronomia francesa. Francisco foi o líder da equipe azul e trabalhou com Irina, Raissa e Clécio. Pablo liderou o time vermelho e cozinhou com Monique, Luby e Ravi. Foram 2h40 para executar a prova. 

Um detalhe que atrapalhou os cozinheiros era que 20 convidados tinham restrições alimentares e eles tiveram que criar alternativas para oferecer. Na avaliação final, a equipe vermelha ganhou com 81 votos contra 39 votos para a azul. "Decepção pura. Quando a equipe ganha é mérito da equipe. Mas quando perde, é culpa do capitão", disse Francisco. 

Na prova de eliminação, os cozinheiros tiveram que reproduzir uma sobremesa da Hungria: o bolo Dobos - bolo com camadas de pão de ló intercaladas com creme de chocolate e acabamento com caramelo. Foram duas horas para fazer a receita. Na avaliação, Clécio usou o açúcar granulado ao invés do açúcar impalpável e errou na textura do creme de manteiga, que ficou muito doce. Na avaliação final, as melhores da prova foram Irina e Raissa, mas o bolo de Irina foi o destaque. Os piores ficaram entre Francisco e Clécio. Desde o início do programa os cozinheiros demonstraram muita afinidade e tinham uma relação de cumplicidade. O mineiro Clécio apelidou Francisco de paizão. 

"Ninguém fez um trabalho mal feito. Quem vai sair é quem teve mais defeitos numa receita clássica", apontou Paola. "Francisco, é importante saber parar. Você colocou muito mel na base para sustentar o teu bolo. Tem que lembrar que isso pode interferir no sabor. Clécio, gosto da forma como você cozinha. O creme de manteiga tinha uma quantidade gigante de açúcar e o pão de ló estava seco. Com muita tristeza, hoje é teu último dia na cozinha do MasterChef", anunciou. "Você alegra essa cozinha", disse Fogaça ao se despedir do mineiro. O "paizão" levou o Clécio até a porta. 

Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.