• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
TV Já vimos: Nova fase de Stranger Things tem mais maturidade e equilibra humor e suspense Com nove episódios - um a mais que a primeira -, nova temporada estreia sexta-feira na Netflix

Por: Fernanda Guerra - Diario de Pernambuco

Publicado em: 23/10/2017 20:01 Atualizado em: 24/10/2017 12:53

Personagens estão mais maduros na segunda temporada. Foto: Netflix/Divulgação
Personagens estão mais maduros na segunda temporada. Foto: Netflix/Divulgação


 A atmosfera oitentista está de volta, os meninos de Stranger things cresceram, Winona Ryder como Joyce continua incrível. A segunda temporada do seriado tem estreia mundial marcada para esta sexta-feira na Netflix. O Viver assistiu aos quatro primeiros dos nove episódios inéditos da produção, que apresenta uma maturidade na narrativa e na construção dos personagens e equilíbrio entre o suspense e o humor no texto. As referências oitentistas, efeitos visuais, atuações, sonoplastia pertinente seguem como um atrativo à parte da trama. Ao avaliar os capítulos iniciais, a produção mantém a qualidade da primeira lançada em julho de 2016.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

[Spoilers a seguir]

Ambientados no ano de 1984, os primeiros capítulos retomam a partir das consequências dos personagens após as experiências traumáticas vividas com o desaparecimento de Will Buyers (Noah Schnapp), raptado para o Mundo Invertido no ano de estreia. O filho de Joyce tem mais tempo de tela em comparação à temporada anterior. O personagem segue conectado com o mundo sombrio, tendo constantes visões. Após os eventos do ano passado, a vida do menino não consegue voltar ao normal. O menino se queixa do tratamento dos familiares e amigos, como se sentisse uma "aberração". De fato, Joyce está intimamente marcada e não consegue se desprender do trauma do desaparecimento do filho caçula. O tratamento com Will beira a paranóia.

O sucesso de Stranger things, uma das produções mais populares da Netflix, é provocado principalmente pela química do elenco mirim. Agora adolescentes, a postura de Will, Lucas, Mike e Dustin destoa do primeiro ano em algumas questões. É possível perceber algumas contestações normais à idade, seja em um diálogo com os pais, seja em uma conversa despretensiosa entre eles. No dia do Halloween, eles se fantasiam de Caça-fantasmas e são os únicos na escola caracterizados. Bullying e racismo são quesstionamentos já presentes no texto dos meninos.

Enquanto Mike se concentra em reencontrar Eleven, e Will continua amedrontado pelo monstro do Mundo Invertido, Dustin e Lucas estão focados em descobrir e se aproximar da misteriosa Max (Sadie Sink). A inserção da nova personagem da trama está em sintonia com o debate de igualdade de gênero, já que mostra uma garota como recordista de videogame.

O desaparecimento de Barbara - que está mesmo morta, de acordo com o elenco - ainda interfere na nova temporada. Nos próximos episódios, a família da personagem é apresentada e está disposta a descobrir o que de fato ocorreu com a garota. A morte da personagem impacta principalmente Nancy, que recebe o apoio de Jonathan. De cabelos cacheados, Eleven está de volta com um vocabulário mais extenso. O talento da atriz Millie Bobby Brown é inquestionável.

Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.