• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música BaianaSystem e angolana Titica antecipam show no Rock in Rio com clipe A música Capim Guiné faz uma prévia do encontro entre a banda baiana e a rainha do kuduro Titica na Cidade do Rock

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 22/09/2017 09:11 Atualizado em: 22/09/2017 13:08

 cantora angolana Titica é a primeira transsexual do país a representar o kuduro. Foto: Rock in Rio/Divulgação
cantora angolana Titica é a primeira transsexual do país a representar o kuduro. Foto: Rock in Rio/Divulgação

Não foram só Emicida e Miguel que deram uma prévia do show no Rock in Rio lançando música dias antes da primeira apresentação ao vivo. Outro encontro que também vai ser realizado no Palco Sunset contou com uma prévia especial. O grupo BaianaSystem e a angolana trans Titica lançaram a música Capim guiné em 18 de setembro. O encontro ocorrerá nesta sexta-feira (22) às 16h30, com transmissão ao vivo na internet e na TV. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

Titica é conhecida como a rainha do kuduro, ritmo típico angolano, acompanhado por dança, que ganhou espaço no Brasil nos últimos anos. Ela é a primeira trans a representar o gênero musical no país. O clipe, no melhor estilo BaianaSystem, tem muita dança e gingado. A música traz uma pegada africana nas danças do vídeo e nas misturas rítmicas: um pouco de funk, africanidade e metais. Com participação da baiana Margareth Menezes (que já cantou outras vezes com o grupo conterrâneo), a música é forte. Um dos integrantes do Baiana, Russo PassaPusso publicou nas redes sociais que o clipe "traz ao público uma narrativa cheia de misticismo e carregada de mensagens". Em dois dias, o a publicação alcançou mais de 60 mil visualizações. 

 

A mistura de ritmos regionais, folclóricos e muito envolventes consagrou o BaianaSystem no Brasil. Neste encontro, não deve faltar engajamento político. Tanto a banda quanto Titica militam em causas sociais, que se refletem em suas produções. No making of da gravação de Capim guiné, a cantora angolana conta que é uma grande responsabilidade representar a o país no Brasil. A conexão Bahia - Angola será a partir das 16h30, no Palco Sunset da Cidade do Rock e transmitida pelo canal Multishow e na internet através das plataformas Globo Play e G1. 

Assista ao making of da gravação de Capim guiné

 

Acompanhe o Viver no Facebook: 




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.