• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Solidariedade Daniel Radcliffe, de Harry Potter, ajuda vítima de assalto em Londres Ator se manteve do lado do homem que teve a bolsa roubada violentamente até a chegada da polícia

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 17/07/2017 23:30 Atualizado em:

Parece que o ator britânico é um herói dentro e fora das telas. Foto: Warner Bros/Reprodução
Parece que o ator britânico é um herói dentro e fora das telas. Foto: Warner Bros/Reprodução


Daniel Radcliffe, famoso por interpretar o bruxinho Harry Potter nos cinemas, ajudou uma vítima de assalto em Londres. Informações divulgadas pelo portal The Evening Standard, afirmam que Radcliffle ajudou um homem que teve sua bolsa violentamente roubada por dois assaltantes.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

A polícia ainda informou que uma faca foi usada no crime, e quando a força policial chegou ao local, o ator estava auxiliando o homem assaltado. David Videcette, um dos policiais presentes afirmou: "Foi um momento meio surreal. Eu perguntei 'você é o Daniel Radcliffe?', e ele respondeu 'eu sou'. Ele foi um cara muito legal, muitas estrelas não teriam parado para ajudar. A vítima estava muito, muito abalada".

O portal NME afirma que a assessoria do ator confirmou a presença dele no local, mas não acrescentou novas informações. Anos depois de se ver com uma cicatriz em formato de raio na testa e colocar os óculos redondos no rosto, o Daniel ainda é questionado sobre seu personagem mais famoso. O questionamento voltou após rumores de que haveria um novo longa baseado no universo criado por J.K. Rowling, graças ao sucesso da peça Harry Potter and the Cursed Child (Harry Potter e a criança amaldiçoada), que ficou cartaz em Londres, e do livro - que aqui, novamente lançado pela editora Rocco, se chama Harry Potter e a Criança Amaldiçoada.

Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.