• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão Globo quer desmentir boatos sobre Criança Esperança na campanha deste ano "Como a Globo tem um milhão de reais para o BBB e pede dinheiro" é uma das informações rebatidas pela emissora

Por: Fernanda Guerra - Diario de Pernambuco

Publicado em: 07/07/2017 20:00 Atualizado em: 10/07/2017 13:09

Pedro Bial apresenta o programa Diálogos da Esperança, "braço" do Criança Esperança. Foto: TV Globo/Divulgação
Pedro Bial apresenta o programa Diálogos da Esperança, "braço" do Criança Esperança. Foto: TV Globo/Divulgação


São Paulo - "Eu convido os brancos para essa luta. Se perceber branco não é nenhum problema, mas quando se percebe que a 'normalidade' é branca, você entende os privilégios e vantagens que você (branco) tem. A partir daí, você tem mais empatia por essa luta que deve ser de todos". O convite é de Lázaro Ramos e apenas um dos fortes depoimentos sobre racismo que compuseram o especial Diálogos da esperança, com exibição programada para os dias 23 e 30 de julho, às 21h, na GloboNews. Educação, diversidade, questões raciais, empoderamento feminino e dos jovens são alguns dos assuntos discutidos na atração, sob a perspectiva escolar.

Confira o roteiro de cinema no Divirta-se

Além do ator, as atrizes Dira Paes e Leandra Leal e o apresentador Flávio Canto participaram do programa, um "braço" do Criança esperança, marcado para o dia 19 de agosto, na Globo. Diferentemente do ano passado, o quarteto, que atua como mobilizador da campanha social, acompanhou o debate da plateia com comentários pontuais. Com apresentação de Pedro Bial, o especial recebeu nomes como Tábata Amaral, fundadora do movimento Mapa Educação, e Gabriela Moura, cocriadora do coletivo Não me Kahlo.

Na divulgação desta edição, a campanha do programa, que tem cerca de 150 inserções na programação da Globo, rebate críticas e esclarece questionamentos e boatos sobre o evento social. Uma espécie de "prestação de contas", a direção reuniu perguntas/comentários mais frequentes da internet. Em um dos vídeos, Leandra Leal lê um comentário de uma telespectadora que afirma que "a Globo tem dinheiro para pagar o prêmio do Big brother Brasil - algo em torno de R$ 1,5 milhão - e pede dinheiro para o Criança esperança". A atriz responde que a emissora arca com todos os custos do evento.

Antes de aderirem ao projeto, os próprios mobilizadores - todos comprometidos com causas sociais - também tinham dúvidas, que foram esclarecidas no processo. "As pessoas criticam por pura falta de informação. É quase um privilégio participar disso", pontua Dira. "Quando a gente foi chamado, todos nós levamos dúvidas e questões. Eu mesma recebi um e-mail. A transparência tem que ser regra. E o Criança esperança tem isso como regra", complementa Leandra, referindo-se a um e-mail que circula na internet anualmente e acusa a Globo de promover o evento para geração de lucro e dedução de imposto fiscal.

Em 32 anos, o Criança esperança já auxiliou 5 mil projetos, alcançando 4 milhões de Pernambuco, cinco projetos estão sendo beneficiados: Casas da Esperança (Fundação Terra), de Arcoverde, Criança Urgente, do Recife. Criando caminhos de oportunidade (Instituto Luís Chechin), de Limoeiro, Creche Escola Maria de Nazaré, em Paulista, e Arte e Inclusão (Centro de Referência e Formação da Criança e Adolescente), de Nazaré da Mata.

No ano passado, Dira acompanhou histórias de Brasília Teimosa, no Recife, que ainda hoje a emociona. Era um projeto, cuja casa havia sido invadida por água, mas que ainda assim era habitada por crianças. Neste ano, o envolvimento na campanha foi mais impactante. "A pior coisa é ver uma criança sofrer. Estava indo num lugar que achei que eu fosse sofrer muito. Eu perdi uma sobrinha com câncer, e estava com muito medo de ir lá. Mas a gente foi com esse espírito de levar felicidade e vida, e eles nos devolveram em dobro", exemplifica Dira, que perdeu uma sobrinha há 30 anos.

Celebração

O tradicional show do Criança esperança vai ao ar no dia 19 de agosto, na Globo, com apresentações de artistas como Luan Santana, Alexandre Pires, Ana Vilela e Sandy. Além do Diálogos da Esperança, o evento social terá nova edição do Click Esperança, no Fantástico, e ação no Caldeirão do Huck.

* A reportér viajou a convite da Rede Globo.

Acompanhe o Viver no Facebook:



 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.