• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão Vídeo reúne todas as mortes de Game of Thrones. Assista Foram 150.966 assassinatos, entre figurantes, personagens importantes e até animais

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 15/06/2017 09:15 Atualizado em: 15/06/2017 11:25

Atualmente, fãs da série da HBO aguardam pela sétima temporada da produção, prevista para estrear no dia 16 de julho. Foto: HBO/Reprodução
Atualmente, fãs da série da HBO aguardam pela sétima temporada da produção, prevista para estrear no dia 16 de julho. Foto: HBO/Reprodução

O canal Leon Andrew Razon, especializado em compilações, se debruçou sobre as seis temporadas de Game of thrones para contabilizar as mortes ocorridas na série. O resultado é um vídeo de pouco mais de 20 minutos que reúne, de acordo com o youtuber, 150.966 assassinatos, entre figurantes, personagens importantes e até animais. Apesar do número exato, não há certeza a respeito da quantia, já que o canal usa valores aproximados em cenas de guerra.

Segundo o vídeo, a batalha mais mortal da produção foi a de Hardhome, exibida na quinta temporada. O cálculo aponta para cerca de 100 mil falecimentos apenas neste episódio. Apesar de Game of os thrones ser conhecida por matar muitos personagens todos os anos, o alto número é justificável, pois Leon Andrew Razon considera também vidas não humanas, como é o caso de pombos e cavalos. 

Atualmente, fãs da série da HBO aguardam pela sétima temporada da produção, prevista para estrear no dia 16 de julho. A expectativa é de que o novo ano leve a ainda mais mortes, pois, de acordo com Dan Waiss, que faz parte da produção executiva de Game of thrones, a leva de episódios terá um número recorde de figurantes queimados. Ainda segundo ele, o último capítulo será o mais longo da história da série com aproximadamente 90 minutos. 

Assista ao vídeo:


Acompanhe o Viver no Faceboook: 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.