• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Cinema Netflix divulga trailer de Okja, filme concorrente em Cannes Com Tilda Swinton, Jake Gyllenhaal e Paul Dano; filme chega à plataforma de streaming no dia 28 de junho

Por: Estado de Minas

Publicado em: 18/05/2017 13:41 Atualizado em:

Okja chega à plataforma de streaming no dia 28 de junho. Foto: Netflix/Reprodução
Okja chega à plataforma de streaming no dia 28 de junho. Foto: Netflix/Reprodução

A Netflix divulgou o primeiro trailer do novo filme original, Okja, de Bong Joon-Ho. O filme foi selecionado para participar da competição oficial do Festival de Cannes na disputa pelo prêmio de Melhor Filme. O longa da plataforma de streaming acompanha a história de Mija (Seohyun An), uma jovem que arrisca tudo para evitar que uma poderosa empresa multinacional de alimentos sequestre a sua melhor amiga, que no caso é um porco gigante e geneticamente modificado, chamado Okja.

Confira os horários dos filmes em cartaz no Divirta-se

No vídeo, o público é apresentado aos principais embates da trama, além de conhecer um pouco mais sobre a relação entre a garota e seu animal. Rodado em Seul, capital da Coreia do Sul, em inglês e coreano, Okja será disponibilizado globalmente pela Netflix no dia 28 de junho. No filme, Jake Gyllenhaal interpreta um zoólogo e Paul Dano é um ativista dos direitos dos animais. O elenco ainda inclui Tilda Swinton, Devon Bostik, Lily Collins e Byun Heebong, entre outros.

Assista ao trailer:



Em 2017, na 70ª edição, o Festival de Cannes decidiu incluir títulos lançados em plataformas digitais em sua programação. No entanto, a determinação desobedece a legislação francesa, que impede filmes de serem exibidos nos cinemas caso o produto já esteja disponível na internet. Sendo assim, embora estejam na programação do festival, os filmes originais da Netflix, Okja e The Meyerrowits stories não serão exibidos. O contratempo fez com que a organização do festival modificasse as regras e, a partir de 2018, todo o filme lançado em Cannes precisará ser distribuído nas salas de cinema francesas após o término da mostra.

Para o cineasta Pedro Almodóvar, presidente do júri do Festival de Cannes neste ano, seria um ''paradoxo que uma Palma de Ouro [maior prêmio do festival] (...) ou qualquer outro filme premiado não pudesse ser visto em salas de cinema'', afirmou durante coletiva de imprensa na abertura do evento cinematográfico na última quarta-feira (17), ao lado dos outros membros do júri, que inclui os atores norte-americanos Will Smith e Jessica Chastain.

Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.