• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão HBO desenvolve séries derivadas de Game of Thrones Produção entra no penúltimo ano e possibilidade de spin offs já era discutida pela emissora

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 05/05/2017 11:46 Atualizado em: 05/05/2017 13:44

Em entrevistas recentes, produtores da HBO já haviam discutido a possibilidade de realizarem um spin off. Foto: HBO/Divulgação
Em entrevistas recentes, produtores da HBO já haviam discutido a possibilidade de realizarem um spin off. Foto: HBO/Divulgação

Com a proximidade do desfecho de Game of thrones, a HBO começa a buscar caminhos para manter a audiência dos fãs da trama, a de maior sucesso no canal. A empresa está em negociações com quatro produtores para o desenvolvimento de séries baseadas e ambientadas no universo criado pelo escritor George R. R. Martin nos livros As crônicas de gelo e fogo. Uma das ideias é explorar períodos de tempo diferentes.

Confira os horários dos filmes em cartaz

De acordo com o canal, Jane Goldman e Carly Wray estão se reunindo com o escritor para trabalhar em duas histórias diferentes que podem se tornar spin offs. Já Max Borenstein, responsável por Kong: Ilha da caveira, e Brian Helgelan (Lendas do crime) estão focados em outro projeto. Apesar do interesse da HBO, não data ou previsão de lançamento das produções.

Em um comunicado emitido para a imprensa dos Estados Unidos, um representante da emissora afirmou que os projetos passarão por avaliação para poder serem executados. "Vamos levar o tempo que for necessário para que os escritores trabalhem e para o nosso desenvolvimento e então vamos avaliar os roteiros que tivermos", anunciou o comunicado.

Game of thrones chega, em 2017, ao penúltimo ano com a sétima temporada. A nova leva de episódios terá apenas sete capítulos, enquanto a oitava (e última temporada) será composta por seis ou oito episódios. Em entrevistas recentes, produtores da HBO já haviam discutido a possibilidade de realizarem um spin off, "desde que faça sentido criativamente".

Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.