• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Streaming Casal Underwood faz projeto de poder para 20 anos em novo trailer de House of cards Quinta temporada do seriado da Netflix entra no catálogo em 30 de maio. Assista

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 01/05/2017 17:38 Atualizado em:

Kevin Spacey volta a viver o presidente dos EUA. Foto: Netflix/Divulgação
Kevin Spacey volta a viver o presidente dos EUA. Foto: Netflix/Divulgação


Apontada como cópia fiel dos bastidores podres da política norte-americana, a série House of cards retorna à Netflix com a quinta temporada no dia 30 de maio. O trailer da nova fase divulgado nesta segunda-feira pelo serviço de streaming é sugestivo quanto aos rumos pretendidos pelo casal Underwood, o presidente Frank e a primeira-dama Claire.

Após chegarem à presidência e se envolverem em disputas diplomáticas com a Rússia, eles acalentam o sonho de permanecer à frente do poder por, pelo menos, mais 20 anos (até o mandato de 2036). A estratégia para se manter no cargo mais poderoso do planeta passaria pela implementação de uma política populista, através da qual o governante usa os meios possíveis para sugerir e atender os anseios do povo.

Enquanto as cenas da nova temporada são apresentadas, Frank narra a relação dele com os eleitores e desdenha: "O povo é feito um bebê. Espera que digamos o que quer, que limpemos até os seus dedos".

A aposta na ignorância coletiva e na canalização de anseios primitivos da massa encontra paralelo com o momento político vienciado pelos Estados Unidos, onde Donald Trump se elegeu com discurso recheado de promessas de ódio e pretensamente nacionalistas. Em 100 dias de poder, no entanto, ele pouco conseguiu colocar em prática no tocante, por exemplo, à construção o propalado muro entre os EUA e o México. Ficarão vazias também as promessas de Frank?

Assista ao trailer:



Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.