• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão 13 Reasons Why: Criador da série explica polêmica cena do suicídio de Hannah Baker "Queríamos que fosse doloroso de assistir", declarou o criador e roteirista Brian Yorkey

Por: Estado de Minas

Publicado em: 11/04/2017 21:43 Atualizado em: 11/04/2017 21:48

Suicídio de Hannah é o fio condutor da série. Foto: Netflix/Divulgação
Suicídio de Hannah é o fio condutor da série. Foto: Netflix/Divulgação


A nova série da Netflix, 13 reasons why, conta a história de Hannah Baker, uma adolescente que, após se suicidar, envia uma caixa cheia de fitas gravadas para seus colegas de escola. Nelas, a jovem narra os 13 motivos que a levaram a interromper a vida. O último episódio aborda como a protagonista optou por tirar a própria vida. Logo na abertura do capítulo, uma mensagem alerta sobre "cenas que alguns espectadores podem achar perturbadoras e/ou podem não ser adequadas às audiências mais jovens, incluindo representações gráficas de violência e suicídio".

Leia também: Precisamos falar sobre suicídio: série da Netflix confronta a epidemia social

A forte cena mostrada acabou gerando críticas e questionamentos sobre a necessidade de ser mostrada. Em resposta à indagação, o criador e roteirista da série explicou a escolha. "Nós trabalhamos muito para não sermos gratuitos, mas queríamos que fosse doloroso de assistir, porque queríamos que fosse muito claro que não há nada, de qualquer forma, que valha a pena sobre o suicídio", declarou Brian Yorkey. 

Leia também: O suicídio é responsabilidade de todos, desafia 13 reasons why

Jay Asher, autor do best-seller homônimo que inspirou a série, também opinou e concordou com a abordagem da produção para o desfecho de Hannah: "Eles mostraram o suicídio tão horrível como realmente é. Você não pode assistir e sentir como se aquilo estivesse de alguma forma glamorizado. Parece e é doloroso, e então, quando ela é encontrada por seus pais, isso absolutamente os destrói", disse ele em entrevista à revista Entertainment Weekly. 

Além do sucesso nas redes sociais, a nova aposta da Netflix tem exercido um impacto entre pessoas acometidas por angústicas que as fazem pensar em interromper a vida. O Centro de Valorização da Vida (CVV) percebeu um aumento de aproximadamente 100% no número de mensagens de texto e ligações de pessoas dispostas a conversar sobre o suicídio. De acordo com a instituição, muitos desses relatos mencionam a trama.

s atores Brandon Flymn (Justin), Alisha Boe (Jessica) e Christian Navarro (Tony) foram confirmados pela Netflix na Comic Con Experience Tour, que será realizada entre os dias 13 e 16 de abril. Eles participarão do painel da plataforma de streaming, no sábado (15). Além dele, estão confirmados Miguel Ángel Silvestre (Lito, de Sense8), Finn Jones (Loras Tyrell em Game of thrones e protagonista de Punho de Ferro), Tom Pelphrey (Punho de Ferro), Rodolfo Valente e Vaneza Oliveira (Rafael Moreira e Joana Coelho de 3%).

Quem deseja procurar ajuda pode solicitar atendimento pelo telefone 141 (24 horas), pessoalmente (nos 72 postos de atendimento) ou pelo site www.cvv.org.br via chat, VoIP (Skype) e e-mail. No Recife, o centro fica na Avenida Manoel Borba, 99, Boa Vista e pode ser contatado pelo telefone 3421-7311.

Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.