• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Denúncia Cantor sertanejo Victor é indiciado por agressão A Polícia Civil divulgou nota informando da oficialização do processo

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 04/04/2017 10:51 Atualizado em: 04/04/2017 11:26

Victor e a esposa. Foto: Correio Braziliense/Reprodução
Victor e a esposa. Foto: Correio Braziliense/Reprodução

Na manhã desta terça-feira (04), o cantor Victor, da dupla sertaneja Victor & Leo, foi indiciado por agressão à esposa Poliana Bagatini, de 29 anos, com quem tem uma filha. A Polícia Civil de Minas Gerais liberou uma nota, na qual informa sobre a oficialização do inquérito, baseado em imagens de câmera de segurança e no laudo do IML.

O caso teve início em fevereiro, quando Poliana registrou uma queixa contra o marido. Ela o acusou de derrubá-la no chão e lhe desferir vários chutes. Logo depois, com a ajuda de uma vizinha que escutou a discussão, conseguiu sair do apartamento onde mora com o cantor, em Belo Horizonte e ir para uma Delegacia da Mulher. Depois dias depois da denúncia, Poliana fez um post no Instagram desmentindo a agressão.

Victor Chaves tem 41 anos e casou com Poliana em 2016. Atualmente, ela está grávida do segundo filho do casal. Por causa do caso de agressão, o cantor foi afastado do programa The voice Kids, do qual era jurado. A assessoria da dupla Victor e Leo foi procurada pelo Viver, mas afirmou não ter um pronunciamento sobre o caso.

Confira a nota com o pronunciamento da Polícia Civil de Minas Gerais:
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que relatou à Justiça o inquérito instaurado a partir da denúncia de agressão registrada por Poliana Chaves. Assim, diante das provas coletadas, a PCMG concluiu pelo indiciamento de Victor Chaves pela contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto Lei 3.688/41, vias de fato, conforme demonstrado no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima. Não será concedida entrevista.

Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.