• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Rossi Fãs podem enviar fotos com Reginaldo Rossi para filme sobre o artista Documentário tem como previsão de estreia o final deste ano e deve ser exibido pela Globo

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 16/03/2017 11:18 Atualizado em: 16/03/2017 16:24

Rossi fumava desde a adolescência e morreu devido a um câncer de pulmão, aos 70 anos. Foto: Cecília de Sá Pereira/Esp. DP
Rossi fumava desde a adolescência e morreu devido a um câncer de pulmão, aos 70 anos. Foto: Cecília de Sá Pereira/Esp. DP


Fãs de Reginaldo Rossi poderão participar do documentário que está sendo produzido sobre a carreira dele, morto em 2013. O DJ Dolores, responsável pelo roteiro do filme, anunciou em sua página no Facebook que as pessoas podem enviar fotos com o Rei do Brega para colaborar com o filme, que está em fase inicial de produção. "Se você tem alguma foto com ele, manda pra gente e garanta sua participação neste registro histórico", escreveu o artista.

Confira os horários dos filmes em cartaz no Divirta-se

Segundo o diretor José Eduardo Mignoli, a previsão é de que o material, intitulado provisoriamente de Reginaldo Rossi, meu grande amor estreie ainda neste ano. Ao Viver, DJ Dolores afirmou que o documentário vai abordar a veia mais "roqueira" de Rossi. "A gente está tentando fazer uma abordagem original a respeito dele. Vamos dar uma perspectiva mais pop, mais roqueira do artista. Reginaldo virou uma caricatura do brega. Ele era multifacetado", adiantou. Sob o comando da R-TV Produções, o material deve ser exibido pela Rede Globo.



Neste mês, o filho de Reginaldo revelou que o pai morreu sem dinheiro por conta de dívidas que adquiriu jogando. Roberto Rossi desabafou no programa Domingo show, apresentado por Geraldo Luís, afirmando que herdou dívidas do Rei do Brega e que agora trabalha como motorista da Uber para pagar as contas. Após a morte do cantor e compositor pernambucano, em 20 de dezembro de 2013, ele e a mãe, Celeide Neves, consultaram as contas bancárias e constataram a ausência de saldo. Rossi fumava desde a adolescência e morreu devido a um câncer de pulmão, aos 70 anos.

Acompanhe o Viver no Facebook:


   

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.