• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Machismo Ilustradoras recriam comerciais machistas de marca de cerveja Campanha, divulgada no Dia Internacional da Mulher, repensa a representação feminina nos anúncios publicitários

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 09/03/2017 10:26 Atualizado em:

"Essas imagens fazem parte do nosso passado. O mundo evoluiu e a Skol também. Essas imagens não nos representam mais", anucia o narrador no começo do vídeo. Foto: Skol/Divulgação
"Essas imagens fazem parte do nosso passado. O mundo evoluiu e a Skol também. Essas imagens não nos representam mais", anucia o narrador no começo do vídeo. Foto: Skol/Divulgação


No Dia Internacional da Mulher, comemorado na última quarta-feira (8), a marca de cervejas Skol lançou uma campanha para repensar a representação das mulheres nos anúncios publicitários do produto, historicamente machista. A empresa convidou oito ilustradoras e artistas plásticas para transformar antigos pôsteres da cerveja, com modelos seminuas e servindo cerveja, em um conteúdo mais criativo e empoderado. A campanha é de autoria da agência F/Nazca Saatchi & Saatchi.

"Essas imagens fazem parte do nosso passado. O mundo evoluiu e a Skol também. Essas imagens não nos representam mais", anucia o narrador no começo do vídeo. "Eu aceitei esse convite porque acho que é importante desconstruir estereótipos, preconceitos", afirma a artista Tainá Criola. Elisa Arruda, outra que participou da campanha, afirma que sua ideia foi tirar a mulher como pessoa que serve a cerveja e inseri-la na posição da pessoa que toma. Todas as ilustrações estão disponíveis no site da Skol.

Assista à campanha:



Além delas, contribuíram Eva Uviedo, Carol Rosseti, Camila do Rosário, Manuela Eichner, Sirlaney Nogueira e Evelyn Queiroz.De acordo com Maria Fernanda de Albuquerque, gerente de marketing da empresa, há dez anos não há mulheres seminuas nas campanhas da Skol. Portanto, o objetivo da ação seria substituir os antigos cartazes, que permanecem habitando bares. A recepção do vídeo foi boa, agradando aos internautas.

Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.