• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Processo Justiça manda tirar do Facebook posts do líder do MBL sobre Ney Matogrosso O cantor processou o Google e o Facebook após foto publicada pelo líder do Movimento Brasil Livre afirmando que ele apoiaria o impeachment

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 10/10/2016 17:05 Atualizado em: 10/10/2016 20:05

 "Depois da manifestação de ontem, encontrei um grande ídolo e defensor do impeachment: Ney Matogrosso", diz a legenda da foto postada em dezembro de 2015. Foto: Facebook/Reprodução
"Depois da manifestação de ontem, encontrei um grande ídolo e defensor do impeachment: Ney Matogrosso", diz a legenda da foto postada em dezembro de 2015. Foto: Facebook/Reprodução

A justiça determinou que o Facebook retire do ar publicações de Kim Kataguiri, líder do Movimento Brasil Livre, que falam do cantor Ney Matogrosso como defensor do impeachment de Dilma Rousseff. A determinação foi anunciada nesta segunda-feira (10). 

O artista entrou com processo contra o Google e o Facebook, exigindo que a página de Kataguiri fosse bloqueada e os resultados de busca relacionando o nome dos dois fossem retirados da internet. A juíza Daniela Dejuste de Paula, da 21ª Vara Cível de São Paulo, à frente do caso, não acolheu todo o pedido de Ney.

Ela considerou a medida abusiva e de censura, pois nem todas as publicações tinham conteúdo ofensivo a nenhum dos dois. "Indefiro o pedido de remoção de todo conteúdo que relacione o nome do autor às expressões 'Kim Kataguiri' ou 'Kim Patroca Kataguiri', pois nem todos os resultados que eventualmente surjam nas pesquisas serão ofensivos ao requerente, de modo que a inibição total de fornecimento dos resultados de busca constituiria ato desproporcional, resultando em verdadeira censura", diz o processo. 

A polêmica começou em dezembro do ano passado, quando Kim Kataguiri postou uma foto ao lado do cantor afirmando que ele apoiaria o impeachment da então presidente Dilma Rousseff. "Depois da manifestação de ontem, encontrei um grande ídolo e defensor do impeachment: Ney Matogrosso", diz a legenda da foto.

Na época, Ney desmentiu qualquer aproximação com o Movimento Brasil Livre e apoio ao impeachment. "Esse garoto chegou perto de mim numa lanchonete em São Paulo e pediu pra tirar uma foto comigo eu disse sim, foram as únicas palavras trocadas entre nós, não sei quem é, nem me perguntou o que eu achava sobre o assunto, é um imbecil!", disparou. 



Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.