• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
TV Galvão Bueno pede para cadeirante ficar em pé ao vivo. Assista Não é a primeira vez que o narrador comete gafe durante cobertura da Olimpíada

Por: AE

Publicado em: 19/08/2016 13:45 Atualizado em: 19/08/2016 14:18

Galvão comete gafe após vitória de Bolt. Foto: Globo/Divulgação
Galvão comete gafe após vitória de Bolt. Foto: Globo/Divulgação
Durante a transmissão final dos 200 metros do atletismo com a vitória do jamaicano Usain Bolt, na noite de quinta-feira (18), na TV Globo, Galvão Bueno cometeu uma gafe. Quando Bolt subiu ao pódio, o narrador pediu a todos os convidados do estúdio que ficassem de pé para o hino da Jamaica. O problema é que Fernando Fernandes, um dos comentaristas da emissora, é cadeirante.

"Vamos lá, todos de pé, por favor, que nós vamos ouvir com muito respeito o hino da Jamaica", pediu Galvão. Fernandes então fez uma brincadeira com a gafe de Bueno. "Deixa eu ficar sentado", disse Fernando.

Tentando consertar o erro, Galvão disse: "Mas você fez assim, fez sim." E demonstrou o movimento de uma esticada de corpo. Rapidamente, a atitude de Galvão virou piada nas redes sociais.

Não é a primeira polêmica envolvendo o narrador da Globo nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Galvão levou uma bronca de um comentarista esportivo da rede inglesa BBC, criticou o desempenho de Neymar em jogo da seleção brasileira masculina e o comparou a Marta e ainda se empolgou durante as provas do nadador dos Estados Unidos Michael Phelps.

Assista:



Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.