• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Assédio Biel é denunciado por assédio sexual a repórter: 'Se te pego, te quebro no meio' Durante rodada de entrevistas para divulgar novo CD, cantor ofereceu selinho, chamou jornalista de 'gostosinha' e disse, ainda, que a 'quebraria no meio'

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 04/06/2016 10:17 Atualizado em: 04/06/2016 11:55

Biel chamou repórter de 'gostosinha' e a constrangeu em rodada de entrevistas. Foto: Divulgação
Biel chamou repórter de 'gostosinha' e a constrangeu em rodada de entrevistas. Foto: Divulgação

O cantor Biel foi denunciado na 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo por assédio sexual. Ele é acusado de, durante entrevista, chamar uma repórter do Portal IG (cujo nome não foi divulgado para preservar sua identidade) de “gostosinha” e dizer que a “quebraria no meio”. A jornalista, que tem 21 anos, participava de rodada de entrevistas com outros colegas, com o propósito de divulgar o novo disco de Biel na capital paulista.

Segundo o portal IG, além de testemunhados, os diálogos foram gravados em vídeo e áudio, já entregues à polícia. Neles, Biel responde a perguntas sobre o trabalho e a vida pessoal. “Idade não significa nada. Se te pego, te quebro no meio”, diz Biel na gravação, após a repórter mencionar que eles têm quase a mesma idade - ela tem 21 anos, e ele, 20. “Quer que eu te mostre com atos e ações?”, ele diz ainda, ao comentar as frases mais associadas ao próprio nome em buscas no Google - uma das frases seria “Biel é bi?”. Ainda segundo o portal IG, é possível ouvir comentários de pessoas que acompanham as entrevistas, dizendo que “ele está com sono” e “ele é assim mesmo”, quando o cantor dispara: “Eu sou heterossexual. Eu gosto é de boceta.”

Em outro momento, Biel entrega o próprio celular à repórter que o denunciou, pedindo que ela atenda a uma chamada e explique que ele está ocupado. Atendendo ao pedido, ela explica que o cantor estaria concedendo entrevista e retornaria a ligação. Em seguida, ao devolver o aparelho ao artista, é chamada por ele de “cuzona.” Com o celular em mãos, Biel inicia uma chamada de vídeo com amigo e descreve a repórter como “ramelona”, acrescentando: “Mas dá um desconto porque ela é gostosinha.” Questionado pela jornalista, que dá sequência à entrevista, se ele daria selinhos em fãs, ele responde: “Sim, você quer que eu te dê um?”, e ela diz que não.

Os diálogos entre Biel e a jornalista foram gravados em áudio e vídeo. Foto: Divulgação
Os diálogos entre Biel e a jornalista foram gravados em áudio e vídeo. Foto: Divulgação
Testemunhas que acompanharam o diálogo declararam ao IG que o incômodo da repórter era notável. Que as colocações de Biel incomodaram, inclusive, os outros presentes. “Após o assédio sexual, todo mundo me deu apoio e falou para registrar boletim de ocorrência, para expor mesmo e não deixar passar batido. Quero que nenhuma outra mulher passe por isso, e nem eu, de novo”, falou a jornalista.

Em entrevista ao Portal Delas, também do IG, ela descreveu a situação e como se sentiu diante do comportamento abusivo do cantor. “Estou acostumada a entrevistar famosos e a primeira coisa que pensei foi que aquilo não estava acontecendo. A entrevista terminou, peguei minhas coisas e fui embora. Entrei no táxi e tremia. Aí, comecei a chorar. Lembrei das pessoas da sala que estavam rindo, de tudo que ouvi uma vez, duas vezes, quatro vezes. Quando saí, percebi tudo que aconteceu, e tantas coisas que ouvi em dez minutos e é aí que você percebe o absurdo da situação”, disse a jovem.

“A primeira palavra que vem à cabeça é incômodo. Pensei que poderia ter parado a entrevista e falado: 'Tchau, vou embora, não quero mais ouvir isso'. Mas preferi terminar o que havia ido fazer lá. Na hora, você fica com a impressão que, se não continuar, não vai entregar o trabalho que você foi fazer lá”, contou a repórter.

O Portal IG emitiu a seguinte nota de apoio à funcionária: “O Portal iG e seus funcionários repudiam qualquer forma de assédio ou agressão à mulher, bem como qualquer tipo de violência ou preconceito contra o ser humano. Sempre que nos depararmos com esse tipo de acontecimento, denunciaremos de imediato às autoridades competentes.”

Já o cantor Biel, sem comentar oficialmente o caso até então, publicou foto em seu Facebook - no qual soma mais de 4 milhões de seguidores - com a legenda "Pra infelicidade de muitos, sim, estarei sempre sorrindo!", na manhã deste sábado (04). Nos comentários, muitos internautas se posicionaram contra a atitude do cantor. "Elogia as mulheres da sua família, mas desrespeita uma repórter. Incoerente. Imagina se fosse a sua irmã sendo chamada de 'gostosinha' ou ouvindo um 'se te pego, te quebro ao meio'. Aí incomoda, né?", disse uma. "Você gostaria que elas fossem tratadas do jeito que vc tratou a repórter? Seu machista mimadinho!", postou outro. Os comentários somam centenas de curtidas.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.