• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão Spin-off de Vai que cola, Ferdinando show estreia nesta segunda-feira no Multishow Série funciona em formato de talk-show e contará com a participação de artistas e personagens fictícios

Publicado em: 10/08/2015 08:31 Atualizado em: 10/08/2015 09:48

Foto: Multishow/Divulgação (Foto: Multishow/Divulgação)
Foto: Multishow/Divulgação

A sitcom brasileira Vai que cola foi um dos produtos mais rentáveis do Multishow. Com duas temporadas já exibidas, com cerca de 80 episódios ao todo, o programa teve a terceira temporada confirmada e gerou um filme - em cartaz, a partir de 1º de outubro - e dois spin-offs. Um deles estreia hoje, às 20h, no canal pago. O porteiro - ou concierge, como ele se considera - da Pensão da Dona Jô, vivido pelo ator Marcus Majella, ganhou um talk-show. Ferdinando show tem entrevistas com personagens fictícios ou artistas.

Bicha Bichérrima (Paulo Gustavo), Fátima (Samantha Schmütz), Filó (Gorete Milagres), Gabi Herpes (Ceará), Jefinho do Pagode (Rodrigo Sant’anna) e Sanderson (Marcelo Médici) serão alguns convidados. Na lista de famosos, Anitta, Alcione, Beto Jamaica, Cumpadre Washington, Elke Maravilha, Narcisa Tamborindeguy, Roberta Miranda, Valesca Popozuda, Nany People e Viviane Araújo. O programa terá 20 episódios, com exibição de segunda a sexta-feira, exceto na terça.

Ferdinando conta com ajuda de três assistentes de palco: Pollyanna Rocha e os “Boys Magia” - Guilherme Trestini e Jonathan Dobal. DJ Zelda (Marise Lima), amiga do personagem da Boate Quinta Gay, também atua. Para quem gosta das performances do porteiro, a abertura de cada episódio contará com apresentações inspiradas em artistas como Beyoncé, Britney Spears, Demi Lovato, Ivete Sangalo, Lady Gaga, Madonna, Michael Jackson e Rihanna. No dia 17, o spin-off Aí eu vi vantagem, protagonizado por Samantha Schmütz, estreia às 21h30 no canal.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.