Segundo SDS Quantidade de celulares roubados diminui no estado

Publicado em: 14/03/2019 11:48 Atualizado em: 14/03/2019 12:14

Na comparação com fevereiro de 2018, foram -24,4% queixas a respeito. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Na comparação com fevereiro de 2018, foram -24,4% queixas a respeito. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
No segundo mês de 2019, a quantidade de celulares roubados continuou em queda. Na comparação com fevereiro de 2018, foram -24,4% queixas a respeito dessa modalidade de CVP. As ocorrências saíram de 3.267 para 2.470, ou seja, 797 aparelhos deixaram de ser subtraídos por bandidos. Além disso, com a atuação do programa Alerta Celular, 494 telefones foram recuperados em fevereiro deste ano para devolução aos verdadeiros donos. 

Implantado pela SDS em março de 2017, o Alerta Celular, um projeto pioneiro de Pernambuco que vem inspirando similares em outros estados da federação, já colaborou com o resgate de 7.350 desses equipamentos, a exemplo dos smartphones.
 
“A repressão aos roubos e furtos de celulares só tem possibilidade de obter êxito se a população colaborar de duas formas. Uma delas é fazer o cadastro do seu aparelho no site da SDS (https://www.alertacelular.sds.pe.gov.br/#/login), informando o código IMEI, endereço e meios de contato, para que as polícias possam associar os equipamentos apreendidos aos verdadeiros proprietários e efetivar a devolução. A outra forma, ainda mais importante, é jamais adquirir produtos sem conhecer a procedência, sem nota fiscal. A receptação de produto roubado, além de crime, ajuda a tornar aquecido esse mercado ilegal mantido por meio de atos de violência contra o cidadão”, explica Antonio de Pádua.
 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.