Assédio Campanha reduz ocorrências de importunação sexual a mulheres

Publicado em: 06/03/2019 20:44 Atualizado em:

Após uma grande campanha para evitar o assédio sexual contra as mulheres durante o Carnaval, a Prefeitura do Recife anunciou que apenas quatro casos foram registrados desde a Sexta-Feira de Carnaval até a Terça-Feira Gorda. Desses, um homem foi preso em flagrante por puxar o cabelo de uma mulher e tentar beijá-la à força. Encaminhado à delegacia por Guardas Municipais do Recife, ele foi autuado dentro da Lei de Importunação Sexual (nº 13.718/2018), foi detido e depois encaminhado para audiência de custódia no Tribunal de Justiça de Pernambuco.

Este ano, a campanha contra assédio foi intitulada Pequeno Manual Prático de Como não ser Babaca no Carnaval e contou com um vídeo estrelado pela influenciadora digital Alcione Alves, além de folders que foram distribuídos entre os foliões. 

“Um segundo caso misturou a questão sexista com a questão política. Uma mulher foi agredida fisicamente por um homem, porque ela estava cantando uma música, em coro, contra Bolsonaro. Por que ele escolheu bater em uma mulher e não em um homem se tinham outras pessoas cantando?”, questionou a secretária da Mulher do Recife, Cida Pedrosa.

Um terceiro caso registrado foi uma tentativa de beijo forçado. Segundo Pedrosa, a mulher procurou a Guarda Municipal enquanto acionava a família, mas não quis registrar a queixa formalmente na delegacia para tipificar o crime de importunação sexual. “Também tivemos um quarto caso de uma mulher em um bar em situação de vulnerabilidade. A Brigada Maria da Penha foi acionada, buscou a mulher e levou ela para casa, porque a mulher estava exposta”, disse a secretária.

Sobre as ocorrências através da Central da Mulher, pelo número 180, Cida Pedrosa informou que a Prefeitura do Recife só terá o resultado local até a próxima sexta-feira. “A ouvidoria nacional faz o recorte e envia para o Governo do Estado. Por isso só teremos essas informações da Central da Mulher apuradas até o fim da semana”, explicou Cida.

O vídeo da campanha Pequeno Manual Prático de Como Não Ser um Babaca no Carnaval teve mais de 500 mil visualizações no perfil de Alcione Alves. Nos canais institucionais da Prefeitura do Recife, foram mais de 1,5 milhão de visualizações, mais de quatro mil compartilhamentos digitais da ação e mais de 900 mil pessoas impactadas. Além da influencer Alcione Alves, a Festa de Momo da capital pernambucana contou também com os influenciadores digitais Pablo Vittar e Leo Picon. 

CAMPANHA - Além das ações contra assédio sexual, a Prefeitura do Recife investiu pesado nas campanhas de marketing digital para divulgar o Carnaval da cidade. O aplicativo Carnaval Recife 2019 teve mais de 37 mil downloads, 68% a mais do que ano passado, estando entre os Top 4 dos apps gratuitos mais procurados do Google Play

BALANÇO - Um total de 1,6 milhões de foliões circularam pelos 45 polos montados pela Prefeitura do Recife no Carnaval da capital pernambucana e fizeram mais uma vez uma festa gigantesca e pacífica. Celebrando essa vocação do recifense para a festa de Momo, em toda a sua colorida e efusiva alegria, o Carnaval 2019 contou com 2,7 mil apresentações.

A movimentação de turistas comprova o grande sucesso do Carnaval do Recife 2019.  A ocupação hoteleira do Recife chegou a 97%, de acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Pernambuco (ABIH-PE). A movimentação no Aeroporto Internacional dos Guararapes, entre a segunda-feira (pré Carnaval) até a terça-feira de Carnaval, foi de 226,4 mil pessoas, um aumento de 11,9% em relação ao mesmo período do ano passado. 

No Terminal Rodoviário do Recife (TIP), passaram cerca de 45 mil passageiros, um aumento em torno de 15% em relação ao movimento normal. “O Carnaval é atualmente o principal produto turístico do Recife e é a festa mais barata do País. Comemoramos os números deste ano”, disse a secretária de Turismo e Lazer, Ana Paula Vilaça. 

No Recife Antigo, coração da festa, a programação abriu alas para todos os recifenses, assegurando protagonismo, acolhimento e visibilidade aos mais diversos públicos, com camarote da acessibilidade para cadeirantes e surdos, tradução de Libras de todos os shows do maior palco da festa e campanha de combate à violência contra a mulher para garantir um Carnaval plural.

“Tanta coisa boa aconteceu no Recife nesses últimos cinco dias. Isso foi graças ao mix dos foliões, que acreditam no carnaval da cidade, à campanha do respeito às pessoas, às ações de inclusão social, entre outras. Uma das cenas que chamaram atenção de todos foram os bailarinos cadeirantes na abertura do carnaval do Recife. Também conseguimos resolver um dos maiores problemas que era a questão da mobilidade e os foliões conseguiram chegar e sair do Bairro do Recife. E o Galo da Madrugada foi um dos registros fortes deste ano, pois estava muito bonito e continuou a ter esse papel de divulgar nossa festa para o resto do mundo”, avaliou o prefeito do Recife, Geraldo Julio. 

NÚMEROS DA FESTA 
 
- 2,7 mil apresentações, entre agremiações e atrações de palco
- 99% de atrações pernambucanas
- 1050 artistas contemplados
- 155 apresentações de orquestras
- 672 apresentações de agremiações
- 739 atendimentos para blocos/agremiações de rua
- 63 blocos e agremiações no Corredor do Frevo
- 255 agremiações receberam apoio financeiro
- 196 barracas oficiais de alimentos e bebidas
- 240 empreendedores
- R$ 1,4 milhão de faturamento
- 28,6 mil passageiros foram transportados pelos Expressos Folia
- Destes, 3,9 mil foram apenas no dia do Galo da Madrugada
- 60% de aumento das viagens de táxi
- 2,3 mil agentes da Guarda Municipal foram lançados no Carnaval do Recife
- 97% de ocupação da rede hoteleira da capital pernambucana
- 225 mil passageiros passaram pelo Aeroporto do Recife


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.