festa Prefeitura de Camaragibe cancela carnaval na cidade

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 27/02/2019 21:25 Atualizado em: 27/02/2019 21:40

Foto: Reprodução/TV Globo
Foto: Reprodução/TV Globo
Faltando dois dias para abertura do carnaval, a Prefeitura de Camaragibe cancelou, nesta quarta-feira (27) o evento na cidade. Em nota, o município, por meio da Fundação de Cultura, informou que atenderá a recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) e que o carnaval 2019 de Camaragibe foi cancelado. O pedido do TCE partiu após a cidade não aprovar a Lei Orçamentária Anual (LOA).

Este não é a primeira situação embaraçosa envolvendo o prefeito Demóstenes Meira (PTB) e festas carnavalescas. Nessa terça, a Câmara de Vereadores de Camaragibe aprovou uma denúncia que pede o impeachment de Meira. O motivo da iniciativa, de cassar o mandato do petebista, teria sido um áudio vazado em que Meira exigia que todos os profissionais que fossem cargos comissionados assistissem a um show de bloco carnavalesco em que a noiva do gestor, Taty Dantas, se apresentaria.

Para o presidente da Câmara de Vereadores do município, Toninho Oliveira (PTB)  o cancelamento do Carnaval aconteceu por falta de espírito público dos vereadores da base governista que se negam a votar o Orçamento da cidade.

“Desde o dia 02 de janeiro que coloco o Orçamento na pauta. Já convoquei 15 sessões ordinárias para votação específica do orçamento, mas o prefeito faz manobra política e seus aliados não comparecem. Com isso, os vereadores governistas deixam de pensar no município. Enquanto o orçamento não for aprovado a prefeitura não pode usar praticamente nenhum recurso. Serviços essenciais para a população como coleta de lixo, fornecimento de merenda e compra de medicamentos ficam prejudicados”, criticou.

De acordo com Toninho, no dia 12 março, na primeira sessão plenária após o recesso parlamentar, ele colocará o orçamento em pauta para tentar aprovar. “A população não pode ficar sendo prejudicada desse jeito por irresponsabilidade do prefeito e dos vereadores da base governista”, condenou.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.