Carnaval Irreverência e críticas a políticos ganham destaque no desfile das Virgens do Bairro Novo A festa aconteceu neste domingo ao som de frevo e muita animação dos foliões

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 24/02/2019 15:15 Atualizado em: 24/02/2019 15:42

Foliões acompanharam o desfile das Virgens de Bairro que trouxe irreverência e protesto. Foto: Tarcisio Augusto/Esp.DP.
Foliões acompanharam o desfile das Virgens de Bairro que trouxe irreverência e protesto. Foto: Tarcisio Augusto/Esp.DP.
Mesmo com a alegria e a irreverência que todos os anos marcam o desfile das Viagens do Bairro Novo, em Olinda, os foliões não deixaram de estampar neste domingo (24) em suas fantasias protestos contra episódios recentes ocorridos no país. As críticas foram dirigidas à classe política e ao descaso das autoridades que resultaram, por exemplo, na tragédia envolvendo a barragem de Brumadinho, Minas Gerais, que deixou mais de 100 mortos. Outros temas atuais também ganharam destaque na folia. A cantora baiana Ivete Sangalo voltou a ser homenageada pelo produtor de eventos Carlos Mota, que este ano trouxe nos braços as filhas Marina e Helena da artista. “Ano passado estava grávida. Uma das meninas nasceu nas Virgens e a outro no Galo da Madrugada”, afirmou Carlos que, para brincar com mais tranquilidade, levou dois amigos vestidos de babá para cuidar das crianças.

A festa das Virgens do Bairro Novo começou nas primeiras horas do dia com o tradicional café da manhã. Logo depois, os participantes se concentraram na Praça 12 de Março, onde aconteceu o desfile e julgamento das fantasias nas categorias grupo, luxo, originalidade e destaque. Também concorreram a mais malamanhada, a mais tímida e a mais sapeca. Na disputa pelos troféus cada “candidata” tentou mostrar sua melhor performance, seja nas apresentações em grupo ou individual. O desfile seguiu puxado por oito trio elétricos e foi encerrado na Beira Mar de Olinda.

Na crítica aos políticos quem chamou a atenção foi o psicólogo Evandro Viana, 35 anos, morador de Olinda. Ele escolheu como personagem a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. Por ter feito declarações polêmicas para defender uma pauta conservadora para o país, ela virou alvo dos memes na internet. “A ministra disse ter visto Jesus em cima de um pé de goiaba, então trouxe uma goiabeira e em cima a foto de Jesus. Também estou com duas crianças índias uma de azul e outra de rosa, que estão à venda. Damares é uma ministra estratégica, enquanto as pessoas prestam a atenção no que ela fala, o presidente Jairo Bolsonaro faz o que bem quer”, ressaltou.

A tragédia de Brumadinho ganhou destaque no desfile. Foto: Tarcisio Augusto/Esp.DP.
A tragédia de Brumadinho ganhou destaque no desfile. Foto: Tarcisio Augusto/Esp.DP.
Com o corpo todo coberto de argila, o técnico em telefonia Marcelo Silva, 38 anos, decidiu fazer um protesto irreverente sobre a tragédia de Brumadinho. “O carnaval é uma festa, mas não podemos esquecer de um fato que matou tantas pessoas. Vou aproveitar o carnaval para protestar. No próximo sábado estarei no Galo da Madrugada com a mesma fantasia”, afirmou Marcelo que há mais de 20 anos acompanha o desfile das Virgens. Já Fábio Soares Cardoso, 37 anos, aproveitou o escândalo das supostas candidaturas laranjas que envolve o PSL, partido presidente Bolsonaro para se posicionar. “Estou aqui com um laranjal completo. Tenho todos os tipos de laranja”, afirmou mostrando um saco com vários tipos da fruta.

Ao som de muito frevo, o Pastoril Profano formado por um grupo de rapazes que residem no município de Camaragibe fez uma apresentação mesclando músicas tradicionais do pastoril com ritmos atuais. “Ensaiamos dois meses para fazer essa coreografia em homenagem a cultura pernambucana. Em 21 anos de Viagens já conquistamos seis vitórias. Estamos aqui para levar o sétimo troféu”, disse confiante o garçom Henrique Miranda, 42 anos, pouco antes do desfile. O hit do momento (o nome dela é Jenifer), do cantor Gabriel Diniz, também não foi esquecido. O radiologista Givaldo Tavares, 36, estreou nas Virgens a procura de GD, como é conhecido o cantor Gabriel Diniz. “Sou a Jenifer das redes sociais e estou procurando o GD desde as cinco da manhã. E até agora nada. Acho que ele não vem (risos)”, afirmou

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.