Mobilidade CTTU realiza intervenção na Ilha de Joana Bezerra Projeto viário será implantado nas imediações do Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano

Publicado em: 22/02/2019 11:09 Atualizado em: 22/02/2019 11:14


A Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano (Semoc) e a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) vão realizar uma intervenção viária no bairro da Ilha Joana Bezerra a partir deste sábado. A proposta prevê a mudança de circulação no trecho da via que interliga a Avenida Advogado José Paulo Cavalcanti à Avenida Desembargador Guerra Barreto, nas imediações do Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano. A ação tem como objetivos ordenar os movimentos de conversões, reduzir o tempo de espera no semáforo e oferecer maior segurança aos pedestres que circulam no local.


Para viabilizar a intervenção, foram criadas duas aberturas no canteiro central que divide as duas pistas. Os novos acessos deverão ser utilizados pelos condutores e, dessa forma, quem deseja seguir no sentido bairro dos Coelhos ou Afogados deve ocupar o lado direito da via, enquanto os que têm interesse em seguir no sentido Derby, Madalena ou retornar para o viaduto em direção a Boa Viagem, devem ocupar o lado esquerdo da via.


A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, destaca a ação como uma solução simples para melhorar o fluxo viário no local. “Esta foi uma intervenção de baixo custo que vai melhorar consideravelmente a circulação e, com isso, vamos atingir os objetivos de reduzir o tempo de espera no semáforo e, também, oferecer mais segurança aos pedestres que circulam nesse trecho”, explica.


A mudança faz parte de um conjunto de ações implantas pela CTTU, que, juntas, refletem positivamente na mobilidade de toda a cidade. A Prefeitura do Recife, através da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), tem se empenhado para encontrar soluções eficazes e com baixo custo para garantir um trânsito cada vez melhor e mais seguro para todos. Desde o início da gestão, em 2013, já são mais de 130 modificações implantadas pela cidade.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.