Cidadania Detentos se casam em cerimônia coletiva no Cotel

Publicado em: 21/02/2019 08:00 Atualizado em:

Crédito: Márcia Galindo/Seres
Crédito: Márcia Galindo/Seres

Oito detentos do Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, participaram, na tarde dessa quarta-feira (20), de uma cerimônia coletiva. No evento, realizado no espaço ecumênico da unidade prisional, eles realizaram o sonho de se casar com suas companheiras.

Não importa o tempo do relacionamento e nem da pena a cumprir. L.M.M, 43 anos, está apenas há 40 dias no Cotel e há 17 anos em um único relacionamento. “Quero cumprir e recomeçar uma vida nova com a minha família”, planeja o detento, que tem um filho e dois netos com a sua (agora) esposa. Para ela, o momento foi especial. “Já morávamos juntos há 17 anos e estou muito feliz por estar oficializando o nosso casamento, mas também um pouco triste por ele está aqui [Cotel]. Vamos vencer mais esse desafio”, contou R.S.S, 47 anos.

A cerimônia, que teve a presença de 30 convidados e familiares dos noivos, foi celebrada pelo pastor José Manoel da Silva, da Igreja Batista Obreiros de Cristo. Em seguida, cada família partiu o seu bolo e comemorou a união. Esse é o primeiro casamento de 2019 no Cotel.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.