Mobilidade Santo Amaro vai receber nova contagem de ciclistas nesta quarta

Publicado em: 19/02/2019 19:15 Atualizado em:

Foto: Ameciclo/Divulgação.
Foto: Ameciclo/Divulgação.
A Associação Metropolitana de Ciclistas do Recife (Ameciclo) e o Pernambuco Bike Anjo realizam nesta quarta-feira (20), das 6h às 20h, uma nova contagem de ciclistas no bairro de Santo Amaro, centro do Recife. A ação vai acontecer nos cruzamentos da Rua dos Palmares com a Rua Treze de Maio e na Avenida Suassuna com a Rua do Hospício.

Essa é a primeira “re-contagem”, ou seja, a atualização de dados de ciclistas passantes colhidas em anos anteriores. O objetivo é avaliar a evolução do uso do modal e as mudanças na cultura da bicicleta na cidade. Essa é a 20ª edição de contagens na RMR e a primeira do ano de 2019. Durante todo o dia, membros e voluntários dos grupos realizarão registros quantitativos, ou seja, passagem do ciclista e direção de fluxo, assim como qualitativos, como gênero ou companhia, entre outros pontos. 

As contagens de ciclistas vêm sendo realizadas pela Ameciclo desde 2013, tendo passado por 17 pontos do Recife, pelos bairros de Afogados, Arruda, Boa Viagem, Boa Vista, Campo Grande, Casa Amarela, Cordeiro, Derby, Graças, Imbiribeira, Jaqueira, San Martin e Santo Amaro. Desde outubro do ano passado, a associação fechou parceria com o Pernambuco Bike Anjo, realizando contagens em Olinda e Paulista. A metodologia usada é uma adaptação da criada pela pela Associação Transporte Ativo (RJ), utilizada por associações de ciclistas em todo o país. Os objetivos gerais das contagens são construir um perfil dos usuários das vias e verificar a existência e variação da massa de ciclistas na cidade para subsidiar e cobrar políticas públicas. 

Segundo Barbara Barbosa, articuladora do Pernambuco Bike Anjo, uma das organizações realizadoras, a ação de amanhã consiste na recontagem de pontos considerados de grande relevância para o estudo de crescimento e de personificação dos ciclistas que circulam pela cidade. “Santo Amaro foi o escolhido para a primeira recontagem porque foi o bairro que sediou as primeiras contagens, ainda em 2013. Serão uma série de recontagens, sendo algumas de modo total, ou seja, em horário integral (6h às 20h), e, outras, em horários de pico. Nossa intenção é conseguir uma análise dessas contagens anteriores e planejar novas proposições em outros locais anteriores para analisar quem é o ciclista recifense”, coloca a articuladora.

Outro foco é chamar atenção para a estrutura cicloviária a ser instalada na Av. Mário Melo, próximo aos pontos de contagem, que está prevista no Plano Diretor Cicloviário. A ideia é registrar mais uma vez o volume de ciclistas no trecho, cuja estrutura deveria estar em vias de realização e finalização, mas ainda não saiu do papel. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.