Sustentabilidade Público será incentivado a descartar resíduos com catadores e em ecopontos durante o carnaval

Publicado em: 19/02/2019 14:34 Atualizado em: 19/02/2019 14:47

Ecopontos serão instalados no Bairro do Recife. Crédito: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press
Ecopontos serão instalados no Bairro do Recife. Crédito: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

Com uma média de recolhimento de 500 toneladas de resíduos durante os dias de folia, o carnaval do Recife de 2019 terá como uma das principais novidades o estímulo ao consumo e descarte consciente. A operação limpeza deste ano terá como foco a sustentabilidade, com incremento nos pontos de coleta seletiva, implementação de ecopontos em locais estratégicos do Bairro do Recife e o cadastramento de 100 catadores. As pessoas que trabalham recolhendo o material e estiverem devidamente identificadas poderão levar o material recolhido nas ruas para serem revendidos nas estações de recolhimento instaladas.

Os catadores, alguns das cooperativas que já atuam em parceria com a prefeitura do Recife e outros avulsos, utilizarão camisas e bonés de identificação, para que o público possa procurá-los para fazer o descarte dos materiais. “Hoje nós temos 40 catadores já cadastrados e vamos somá-los aos avulsos. Esperamos cadastrar cerca de 100, para reforçar a coleta seletiva. Sabemos que o lixo no carnaval é inevitável, então precisamos dar a destinação ambientalmente correta do material, além de poder transformar isso em renda para os catadores”, explicou o gerente-geral de Fiscalização de Limpeza da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), Avelino Pontes.

A ideia é aumentar o fluxo de coleta de material reciclado que chega ao núcleo de triagem para ser comercializado. “É por isso que a gente precisa que a população colabore com os catadores”, acrescentou Avelino Pontes. Além dos catadores, haverão quatro ecopontos instalados no Bairro do Recife, onde a população pode deixar o material voluntariamente. Dois deles serão fixos, no cruzamento da Rua Álvares Cabral com as Ruas Mariz e Barros e Dona Maria César. Dois deles serão móveis, caminhões que estarão a cada dia em um local diferente do bairro.

No Sábado de Zé Pereira, os dois ecopontos móveis estarão disponíveis no percurso do Galo da Madrugada. Para o Galo também serão montados onze ecopontos, nas barreiras formadas pela Polícia Militar para troca de garrafas de vidro pelas de plástico. Além dessa estrutura para o Bairro do Recife e o Galo, outros 30 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) estarão distribuídos nos polos descentralizados e infantis de folia pela cidade. Nesses pontos, haverá arte-educadores para realizar um trabalho de conscientização das crianças sobre a importância da limpeza urbana e separação de lixo.

Estacionamento
Assim como nos anos anteriores, serão disponibilizados estacionamentos gratuitos durante os cinco dias de Carnaval, dois deles na Prefeitura do Recife, um no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e outro no Tribunal Regional Federal (TRF). Serão 1,5 mil vagas para carros e outras 300 para bicicletas e motos. Na abertura, os espaços estarão disponíveis das 18h às 4h. Nos outros duas, das 12h às 4h. Vans farão o translado do espaço às entradas da folia, a cada 10 minutos, das 16h às 2h. Os pontos de embarque/desembarque serão no Posto Shell (em frente a sede da prefeitura) e na central do carnaval (rua do observatório). Não será permitido que os veículos pernoitem no espaço.

Comércio de bebidas e comidas
Neste ano, os ambulantes que não estiverem cadastrados junto à prefeitura não poderão passar das pontes que dão acesso ao Bairro do Recife para comercializarem material. No total, cerca de 200 empreendedores trabalharão na festa, sendo que 98 barracas e 10 tapioqueiras estarão habilitados para trabalhar no Bairro do Recife. Outros 88 profissionais estarão nos polos descentralizados atuando na venda de alimentos e bebidas. Neste ano, haverá dois polos de artesãos, um deles na Praça do Arsenal e outro na Rua Dona Maria César.

Todos os comerciantes de bebidas e comidas receberão treinamento da Vigilância Sanitária que, além de ensinar a manipular a acondicionar corretamente os alimentos, serão orientados a como tomar cuidado com a própria saúde durante os dias de folia. No período carnavalesco, inspeções sanitárias farão a fiscalização e controle de qualidade dos comércio desses alimentos e bebidas. Na próxima sexta-feira, será feita uma inspeção nos camarotes do Galo da Madrugada, para atestar a viabilidade de funcionamento desses para a passagem do bloco.

Saúde e cuidados com as crianças
Neste ano, haverá a distribuição de 800 mil preservativos masculinos, 15 mil femininos e 15 mil unidades de gel lubrificante. A população poderá realizar testagens para HIV e sífilis nos polos instalados na Praça do Arsenal e também no Ibura, das 18h às 0h. No Arsenal, o funcionamento será do dia 27 à terça-feira, dia 5. Já no Ibura, o funcionamento acontecerá do domingo, dia 3, até a Quarta-feira de Cinzas, dia 6. Os resultados dos testes saem em 30 minutos e entregues aos usuários individualmente.

Entre os dias 1 e 5 de março, as crianças que forem levadas ao carnaval do Recife poderão receber pulseiras de identificação – nome e telefone dos responsáveis – para facilitar a localização em caso de que elas se percam. O empulseiramento poderá ser feito na Central de Direitos Humanos, instalada na Rua do Observatório, em frente a Torre Malakoff.

Segurança
A guarda municipal terá um incremento de 224 agentes neste carnaval, 13% a mais do que em 2018. Serão 2 mil agentes para os cinco de dias de festa. A novidade deste ano é o posto de comando na Praça do Arsenal e o aumento da frota de veículos. Serão 27 viaturas, sete motos e duas estações de monitoramento. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.