Identidade Feira Quilombar de Arte Negra acontece neste domingo, no Recife Antigo

Por: Samuel Calado - Redes Sociais

Publicado em: 16/02/2019 11:47 Atualizado em: 16/02/2019 13:24

O evento terá início pela manhã e contará com diversas atividades. Foto: Divulgação
O evento terá início pela manhã e contará com diversas atividades. Foto: Divulgação

Neste domingo (17), a Rua da Guia, no bairro do Recife Antigo, será palco da Feira Quilombar de Arte Negra, que reúne vários artistas da Região Metropolitana. O evento, contará com palestras, oficinas apresentações culturais e expositores ligados à estética e a ancestralidade afro, a partir das 10h. O cantor Lucas dos Prazeres, homenageado do carnaval de 2019 pelo Homem da Meia-Noite fará uma participação especial. 
 
A programação terá início às 10 horas com uma roda de diálogo sobre “O movimento dos Maracatus Tradicionais, a influência da contemporaneidade no ritmo e a diversidade de sotaques dos grupos”. Ela será conduzida pelos maracatus Nação Cambinda Estrela e  Ògún Onilê (antigo Maracaatômico). A tarde, logo após o intervalo do almoço, acontecerá uma oficina de turbantes ministrada pelas artistas Daniela Melo, a Negra Dany. A partir das 15h acontecem as apresentações culturais com os grupos que realizaram o encontro no início do dia. O Afoxé Omolu Pa keru Awô, fará um grande cortejo saindo da Praça do Marco Zero até a Rua da Guia. Para o custeio do transporte, montagem de palco e outras despesas, o coletivo teve parceria com a Prefeitura do Recife e outras empresas solidárias. 
 
Oficina de turbantes. Foto: Divulgação
Oficina de turbantes. Foto: Divulgação
A feira surgiu em 2016 com o objetivo de promover o empreendedorismo entre os artistas negros e possibilitar a geração de renda através da estética e da criatividade, visando o empoderamento dos que defendem a identidade africana nos 365 dias do ano. Ela ocorre de forma itinerante em vários eventos do Grande Recife e é pioneira no Nordeste em apresentar um espaço organizado para comercialização de produtos exclusivamente afros. “Para vender os acessórios é preciso mostrar a identidade negra nos elementos. Isso faz com que a nossa essência seja fortalecida e difundida”, explica Jameson. Nesta edição, entre os expositores, além da Africool estão Negra Dany, Aflorar modas, Mianzi, Duafe, Lassana Mangassouba e Aya. 

A feira está nos principais eventos de promoção à identidade negra da Região Metropolitana do Recife. Foto: Divulgação
A feira está nos principais eventos de promoção à identidade negra da Região Metropolitana do Recife. Foto: Divulgação

Já o "Aproximar, Significar e Empoderar",abreviado como ASE, foi pensado como um braço da feira direcionado às ações educativas e artísticas sobre a história da cultura negra. O projeto surgiu em maio de 2018 e já está na quarta edição. Ele já foi apresentado na comunidade da Campina do Barreto e no Centro Cultural Grupo Bongar do Xambá. Desta vez, por ser período de carnaval, o coletivo decidiu apresentar no centro da cidade, onde há uma concentração maior de turistas e visitantes. O foco é direcionado à divulgação da musicalidade de influência negra, como conta o microempreendedor Jameson Santos, da Africool.  “É importante promover espaços para a troca de saberes sobre a nossa identidade. Estamos presentes nos principais eventos ligados à temática tanto em Pernambuco como fora do estado”, acrescenta. 


Confira a programação 

10h - Roda de Diálogo com os maracatus Nação Cambinda Estrela e Ogum Onilê. 
 
12h - Almoço Coletivo 

13h - Oficina de Turbantes na Sede do Maracatômico. 

13h - Início da feira na Rua da Guia 

15h - Maracatu Ogun Onilê com Lucas dos prazeres 

18h - Afoxé Omolu Pa Kerú Awô

19h - Nação Cambinda Estrela



Serviço 
“Feira Quilombar” no Recife Antigo 
Quando: 17 de feveiro de 2019. 
Horário: 10h 
Endereço: Rua da Guia, Bairro do Recife Antigo. 
Informações:  9 9833-2456



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.