PRISÃO Assassino de promotor está entre os detentos que fugiram da Barreto Campelo

Publicado em: 15/02/2019 08:03 Atualizado em: 15/02/2019 08:56

O assassinato do promotor aconteceu em 14 de outubro de 2013, último dia de trabalho dele em Itaíba. José Maria Rosendo foi preso em 2014. Foto: Alcione Ferreira/DP.
O assassinato do promotor aconteceu em 14 de outubro de 2013, último dia de trabalho dele em Itaíba. José Maria Rosendo foi preso em 2014. Foto: Alcione Ferreira/DP.
O secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, confirmou ontem que entre os sete detentos que fugiram da Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá, nessa quarta-feira (13), está José Maria Pedro Rosendo Barbosa. Ele foi condenado a 50 anos e quatro meses em regime fechado, como autor intelectual do homicídio do promotor de Justiça de Itaíba, Thiago Faria, assassinado em 2013. 

"As forças policiais do estado seguem com o trabalho de captura dos fugitivos e com a investigação da ocorrência", informou a Seres- -PE. Os presos foram resgatados por outros bandidos que atacaram a unidade carcerária. Durante troca de tiros, o sargento da PM Rinaldo Azevedo, 49, foi morto.

Em nota, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) cobrou providências imediatas para a recaptura dos fugitivos, em especial José Maria. "A Procuradoria-Geral de Justiça, o Núcleo de Inteligência do MPPE e o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Criminal se somarão aos órgãos de execução que têm atribuições para atuação direta nesse fato, com o propósito de cobrar uma minuciosa apuração do caso, bem como a rápida captura dos criminosos", disse a nota do MPPE.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.