Lazer Fim de semana de prévias carnavalescas, artes visuais, trilhas e oficinas no Recife Encontro de nações de maracatu, concursos carnavalescos, exposições em museus e atividades ambientais estão na programação

Publicado em: 14/02/2019 16:24 Atualizado em: 14/02/2019 16:31

As atividades são em espaços públicos e gratuitas. Foto: PCR/Divulgação.
As atividades são em espaços públicos e gratuitas. Foto: PCR/Divulgação.
Várias opções de lazer e diversão, para recifenses e turistas, vão acontecer neste final de semana. Haverá encontro de nações de maracatu na Rua da Moeda, final do concurso de Rei e Rainha do Carnaval no Pátio de São Pedro e concurso de passistas, também no Pátio. Os equipamentos de educação ambiental da cidade vão ainda oferecer oficinas, trilhas pela mata, contação de história e atividades que prometem entreter de forma consciente um público de todas as idades. Já os museus têm exposições para gostos diversos.

Durante todo o mês, as sextas-feiras são de Encontro de Nações de Maracatu de Baque Solto na Rua da Moeda, Bairro do Recife. Amanhã (15), às 19h, os mestres das nações Cambina Estrela, Encanto do Pina e Oxum Mirim irão se reunir ao Coral Voz Nagô e reger os batuqueiros. Os ensaios têm o objetivo de acertar o baque para o Tumaraca, encontro de Nações que ocorrerá no dia 28 de fevereiro, no Marco Zero. No encontro desta sexta, também estarão presentes membros do Cordel do Fogo Encantado, grupo que receberá tributo no Tumaraca deste ano. Preta, Boi Luzeiro, Chover e Pedrinha são alguns dos sucessos que serão entoados na ocasião.

Já o Pátio de São Pedro sedia, a partir das 20h, a final do Concurso de Rei e Rainha do Carnaval 2019. No palco, irão disputar o título de majestade 15 candidatas a rainha e 11 candidatos a rei. No sábado (16) e no domingo (17), o Pátio de São Pedro vai receber bailarinos e bailarinas de frevo para o Concurso de Passistas, sempre às 17h.

Para quem prefere aproveitar o fim de semana para contemplar as artes visuais, há opções diversas nos museus da cidade. Na Zona Sul do Recife, a Galeria Janete Costa apresenta a exposição Transistor de Jota Zer0ff. São 24 obras, a maioria, de spray sobre madeira, mas o artista também recorre a lápis e papel. Além disso, o público também pode conferir dois painéis de grafitti estampados nas paredes da galeria. A exposição é gratuita.

A mostra também gratuita Com Olhos de Náufrago ou Onde fica o Próximo Porto, da paraibana radicada em Pernambuco Alice Vinagre, ainda está em cartaz no MAMAM. A exposição navega pelas águas ora turvas ora calmas da obra de Alice, atravessando fases, investigações e técnicas que nortearam sua produção, da década 1980 em diante.

No Museu da Cidade do Recife, os visitantes podem conferir a exposição Cinco Pontas, que reúne achados arqueológicos, pinturas e documentos ainda inéditos para o público e que comprovam a importância do Forte das Cinco Pontas em diversos momentos históricos da capital pernambucana. A entrada é gratuita. No Museu Murillo La Greca, ainda está em cartaz a mostra Glossário Fluvial que aborda, a partir de fotografias, os rios e os termos técnicos que envolvem o universo fluvial. A exposição é do fotógrafo e ilustrador Hassan Santos, e a visita é gratuita.

Meio Ambiente

O Econúcleo Jaqueira, na Zona Norte da cidade; o Centro de Atendimento ao Turista Ambiental (CAT Ambiental), na Zona Sul, e o Jardim Botânico do Recife, na Zona Oeste garantem uma programação repleta de diversão, aprendizado e experiências únicas de contato com o verde no sábado e domingo.

No Jardim Botânico, o lazer fica por conta de uma oficina de Prosa, Poesia e Papelão, para embalar a manhã do sábado, a partir das 9h30, onde o visitante terá a oportunidade de dar asas a imaginação e incentivar a criatividade. Já no período da tarde, às 14h, a experiência vai ser de profundo contato com a natureza, através de uma caminhada de imersão na Mata Atlântica, na Trilha Selvagem, seguida da atividade "Resíduos nos Eixos", onde a garotada vai aprender a produzir Xilogravura utilizando tampinhas de garrafas.

O Econúcleo Jaqueira vai começar o domingo num show de criatividade. A contação de história "Pedrinho e o Barco" começa às 11h e relata a aventura de um garoto entediado num dia de chuva, que em meio a busca por diversão, acaba se deparando com um grande problema: o lixo nas ruas. Às 14h tem uma super Trilha Ambiental que proporcionará aos visitantes conhecer a fauna e flora do parque da Jaqueira e a importância das  borboletas para o equilíbrio do meio ambiente, ao fim da prática vai rolar mão na terra, com a Oficina de Mudas “Plantando o futuro”.

No Centro de Atendimento ao Turista Ambiental (CAT Ambiental) a curtição começa às 13h e vai até às 16h, dispondo de diversas atividades, como “Histórias Cantaroladas”, que vai reunir muita música e fantasia, e  "Mesa Sonora de vivências ambientais”, embalada de muito som e aprendizado.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.