POLÍCIA PM morre durante fuga de presos da Barreto Campelo

Publicado em: 14/02/2019 10:40 Atualizado em: 14/02/2019 12:45

Fuga aconteceu na noite de ontem. Foto: Arquivo DP/DA Press
Fuga aconteceu na noite de ontem. Foto: Arquivo DP/DA Press
Uma fuga de detentos na Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá, resultou na morte de um Policial Militar, após ter sido baleado na cabeça, na noite de ontem (13). O sargento Rinaldo Azevedo Campelo, 49 anos, chegou a ser levado para o Hospital e  Maternidade Alzira Figueiredo de Andrade Oliveira, no bairro do Pilar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada no local. A tentativa de fuga aconteceu por volta das 21h da última quarta, quando o 26º Batalhão da Polícia Militar (BPM) foi acionado para a unidade prisional, que é de segurança máxima. 

Segundo informações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que esteve na Barreto Campelo, o sargento da PM, de 49 anos, fazia a guarda externa da prisão quando percebeu o plano de fuga, reagiu e foi baleado. Ele chegou a ser socorrido por um agente penitenciário, mas morreu ao dar entrada no hospital local.Os presos conseguiram escapar pelas laterais da penitenciária e não houve explosão de muros durante a fuga. 
 
Segundo a assessoria da Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernanmbuco, ainda não se sabe a quantidade de fugitivos, nem mesmo estimada, já que a contagem nominal de detentos está sendo feita no peróodo da manhã com previsão de término para o início da tarde. Nenhum dos presidiários que dugiram foi recapturado até o momento.
 
Em coletiva à imprensa, entretanto, o Secretário de Justiça e Direitos Humanos do Governo do Estado,Pedro Eurico, adiantou que José Maria Rosendo, condenado em 2016 pelo assassinato do promotor Itaíba Thiago Farias, está entre os fugitivos. Ele contou ainda que a fuga se deu com escada improvisada, após uma ação externa de tiroteio que cercou toda a unidade. "Em 2015, outros fugitivos chegaram a explodir a muralha, mas isto não é mais possível pois, desde 2016, ela é é inexpugnável, de concreto armado. Só um tanque de guerra ou um bombardeio aéreo a derrubaria. Desta forma, não houve fuga em massa. Foi um resgate. Atirando, eles conseguiram acessar uma escada improvisada (entre as guaritas 5 e 6) e pularam para o matagal. É uma área de Mata Atlântica e próxima ao Canal de Santa Cruz, portanto com saída para o outro lado da ilha e para o mar. Temos, entretanto, imagens das câmeras de segurança que vão nos ajudar a identificar os fugitivos", explicou.

O sistema prisional do Estado possui um total de 32.500 presos. Em 2018, houve 73 fugas. Destas, mais de 50 foram recapturados. O Barreto Campelo tem cerca de 1.300 presos para 700 vagas. Atré o final do ano, Pedro Eurico garante que haverá mais 7.000 vagas nos presídios estaduais.

Há dois dias

Na última terça-feira (12), houve a fuga de dois presos do Presídio de Itaquitinga, na Zona da Mata de Pernambuco. Segundo secretário, por descuido de agentes. A unidade foi inaugurada em 2018 e ainda está em obras. Segundo o secretário Pedro Eurico, o presídio tem 990 bagas, 252 presos e é considerado de segurança máxima, onde não entra alimentação, televisão ou tomadas para ligação. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.