Nota Aeroporto do Recife melhora 3,5% na satisfação geral, aponta pesquisa

Publicado em: 13/02/2019 20:36 Atualizado em: 13/02/2019 20:42

Foto: Divulgação/Infraero.
Foto: Divulgação/Infraero.
No relatório do 4º trimestre de 2018 da Pesquisa de Satisfação do Passageiro, realizada pelo Ministério da Infraestrutura, o Aeroporto Internacional dos Guararapes, no Recife (PE), apresentou uma melhora de 3,5% em relação ao mesmo período do ano passado no indicador que mede a satisfação geral do passageiro. Numa escala de 1 a 5, onde 1 é "muito ruim" e 5 é "muito bom", o terminal saiu de 4,29, em 2017, para 4,44, em 2018.

Entre os 38 indicadores avaliados, o aeroporto obteve 31 deles acima da meta estipulada pela Comissão Nacional das Autoridades Aeroportuárias (Conaero) governo, que é nota 4. Entre os destaques estão: qualidade das instalações de estacionamento de veículos (4,42), que aumentou 10%; a disponibilidade de bancos/caixas eletrônicos/casas de câmbio (4,03), melhoria de 9%; e a facilidade de (des)embarque no meio-fio (4,55), alta de 8% em relação ao mesmo período de 2017.

O terminal da capital pernambucana também registrou a segunda melhor nota, entre os 20 aeroportos pesquisados, no quesito custo-benefício dos alimentos (3,21). Outros itens que não foram bem avaliados pelos passageiros são: custo-benefício dos produtos comerciais (3,03), custo-benefício do estacionamento (3,24) e qualidade da internet/wi-fi disponibilizada pelo aeroporto (3,40).

Além da divulgação dos resultados do 4º trimestre, o ministério realizou a premiação Aeroportos + Brasil 2019, que consolida os resultados das quatro rodadas trimestrais da pesquisa de Satisfação do Passageiro. 

Os aeroportos internacionais de Manaus (AM), Viracopos (SP) e Brasília (DF) foram eleitos, pelos entrevistados, os melhores terminais do Brasil. Com base nos resultados consolidados da Pesquisa de Satisfação do Passageiro, em 2018, os três aeroportos receberam o prêmio de Aeroporto Brasil 2019, que condecorou o melhor terminal nas três categorias: até 5 milhões passageiros, de 5 a 15 milhões e acima de 15 milhões, respectivamente. A cerimônia de entrega dos troféus foi realizada, nesta quarta-feira (13), na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.