Mata Norte Presídio de Itaquitinga registra primeira fuga O caso será apurado pela Delegacia de Capturas da Polícia Civil

Publicado em: 13/02/2019 07:48 Atualizado em: 13/02/2019 09:01


O complexo tem uma unidade funcionando atualmente, inaugurada em janeiro de 2018. Foto: Helia Scheppa/Divulgação.
O complexo tem uma unidade funcionando atualmente, inaugurada em janeiro de 2018. Foto: Helia Scheppa/Divulgação.
A Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernambuco (Seres), abriu um procedimento adminstrativo para investigar a primeira fuga registrada na história do Centro Integrado de Ressocialização de Itaquitinga, na Mata Norte do estado. Dois detentos considerados de alta periculosidade conseguiram escapar, na madrugada dessa terça-feira (12), do Módulo B do persídio. O caso também será apurado pela Delegacia de Capturas da Polícia Civil.

O complexo tem uma unidade funcionando atualmente, inaugurada em janeiro de 2018, com cerca de mil presos, mas receberá outras duas. A segunda etapa está em fase de conclusão pelo governo do estado e também deve abrigar mil detentos. A terceira unidade ficará sob a responsabilidade do governo federal.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.