Educação Estudantes do ensino fundamental são convidados para curso de férias na UFPE

Publicado em: 05/02/2019 19:25 Atualizado em: 05/02/2019 19:42

Gabriel Sá Leitão, Marcos de Oliveira (foto), Lucas Cavalcanti, Lara de Freitas e Vinícius Arcanjo aproveitaram parte das férias para estudar. Foto: Valdênio Silva/Divulgação.
Gabriel Sá Leitão, Marcos de Oliveira (foto), Lucas Cavalcanti, Lara de Freitas e Vinícius Arcanjo aproveitaram parte das férias para estudar. Foto: Valdênio Silva/Divulgação.
Em uma sala lotada de engenheiros e estudantes universitários, um grupo de adolescentes se destaca. São alunos do ensino fundamental, com idades entre 12 e 14 anos, que foram convidados a participar do curso de férias "Física Quântica para Engenheiros", da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Enquanto muitos estudantes da mesma idade estavam indo à praia ou viajando, Gabriel Sá Leitão, Marcos de Oliveira, Lucas Cavalcanti, Lara de Freitas e Vinícius Arcanjo aproveitaram parte das férias para estudar.

Ministrado pelo coordenador de Extensão do Centro de Tecnologia e Geociências (CTG), professor Frederico Nunes, o curso faz parte as ação de extensão "Seu Lugar na UFPE". As aulas são gratuitas e acontecem no Departamento de Energia Nuclear (DEN) às segundas, quartas e quintas-feiras, das 10h às 12h.

"Uma professora da UFPE (a coordenadora da ação de extensão, Ana Paula Lima Pacheco, do Departamento de Engenharia Química da UFPE) visitou uma feira do colégio e convidou os alunos. Foi É muito bom ver os nossos estudantes ocupando esse tipo de espaço", disse o diretor de Ensino do Colégio Santa Maria, onde o grupo estuda, professor Antonio Souto Gouveia.

Os alunos participam como ouvintes do curso, voltado especialmente a engenheiros e público interessado no tema. "Eles estão muito satisfeitos. As matérias de exatas são muito estimulantes, e procuramos incentivar o gosto pelos estudos em casa", pontuou o militar Marcos da Silva, 52, pai de um dos alunos convidados a participar das aulas. "Sempre tive afinidade com as disciplinas exatas, como também tenho com as de humanas, e estou gostando muito do curso. O objetivo não é nos tornar experts no assunto, mas despertar a  curiosidade", disse o estudante Marcos de Oliveira, 13.      



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.