Ação Mais Vida nos Morros terá edição especial em Brasília Teimosa

Publicado em: 04/02/2019 10:43 Atualizado em: 04/02/2019 10:50

Ruas dos bairros contemplados pelo programa ganham cores e espaços para brincadeiras. Foto: Gabriel Melo/Esp.DP.
Ruas dos bairros contemplados pelo programa ganham cores e espaços para brincadeiras. Foto: Gabriel Melo/Esp.DP.
O bairro de Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife, vai sediar uma edição especial do projeto Mais Vida nos Morros. O objetivo será dinamizar a economia local e potencializar as vocações turística, gastronômica e pesqueira da região. Nesse fim de semana, o presidente da Akzonobel para América do Sul, Daniel Geiger Campos, e o secretário executivo de Inovação Urbana, Tullio Ponzi, visitaram as comunidades do Recife beneficiadas pelo programa realizado em parceria entre o poder público e a iniciativa privada.

A Coral, marca da Akzonobel, é parceira da Prefeitura do Recife por meio do movimento Tudo de Cor nas comunidades Sítio São Brás, Beberibe e Vasco da Gama. "Fomos de barco de Brasília Teimosa até a Ilha de Deus e tivemos a oportunidade de mostrar o potencial de transformação que existem nestes dois territórios. Isso reforça a nossa parceria e nos deixa mais próximos desse desafio de expandirmos o programa para além dos morros, como o Mais Vida Teimosa", afirmou Ponzi.

O Mais Vida nos Morros foi apontado como referência nacional em espaços urbanos para a Primeira Infância. O projeto é uma política pública de cidadania e desenvolvimento sustentável para os morros do Recife, beneficiando até agora mais de 13 mil recifenses em 10 bairros da cidade. As intervenções urbanísticas e estéticas estimulam as habilidades motoras e cognitivas da Primeira Infância e resgatam a cidadania dos moradores.

A eliminação de pontos de acúmulo de lixo e o investimento em arte urbana e paisagismo, com o apoio de mutirões populares; oficinas de compostagem de lixo, de horta e de pipa, são priorizados na ação. O chão dos locais também recebe desenhos geométricos e coloridos para criar um espaço lúdico e estimular a criatividade das crianças. "Estamos tendo uma renovação aqui. Os adultos estavam acostumados a jogar lixo na rua, as paredes eram riscadas e hoje a gente tem um mundo totalmente diferente. Estou cheio de orgulho da minha comunidade", disse o morador de Beberibe Tiago Tercio.

O programa teve início em abril de 2016 e está presente nas comunidades do Alto do Maracanã, Córrego do Jenipapo, Alto José do Pinho, Morro da Conceição, Sítio São Brás, Beberibe, Alto Santa Izabel e Ibura. O objetivo é estabelecer o morador como protagonista da transformação do bairro, despertando a mudança de comportamento em relação às questões urbanas e ambientais e desenvolvendo o sentimento de pertencimento, preocupação com o coletivo, autoestima e orgulho do local onde vive.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.