Saúde Robô para cirurgias mais avançado do mundo chega ao Hospital Português Hospital adquiriu um Da Vinci XI, o equipamento mais moderno em distribuição no mundo para realização de cirurgia robótica

Publicado em: 02/02/2019 15:16 Atualizado em:

Urologista Clóvis Fraga coordenará projeto de robótica do RHP. Crédito: Hospital Português/Divulgação
Urologista Clóvis Fraga coordenará projeto de robótica do RHP. Crédito: Hospital Português/Divulgação
Uma nova era da medicina começará no Real Hospital Português de Beneficência em Pernambuco a partir deste mês. O hospital adquiriu um Da Vinci XI, o equipamento mais moderno em distribuição no mundo para realização de cirurgia robótica, e fará o primeiro procedimento até o fim deste mês. Um total de 10 médicos, dos quais cinco já certificados e outros cinco em treinamento, integrarão o corpo profissional que conduzirá essa nova experiência iniciada na unidade. Como em todo o mundo, o carro-chefe da robótica na instituição serão as cirurgias de próstata, sobretudo as de câncer de próstata, tipo de neoplasia que atingiu no ano passado 68 mil homens no Brasil.

Com a aquisição do XI, o Hospital Português terá a máquina de cirurgia robótica mais moderna do Nordeste. O robô chegou à instituição no começo deste mês e está em fase de instalação. “Essa é uma versão mais atualizada da máquina, com maior disponibilidade de tecnologia. No modelo SI, tudo precisava ser acoplado. Nessa nova versão, toda a tecnologia já vem acoplada, os detalhes são mais refinados. O calibre da cânula (tubo que é introduzido no corpo humano) é menor, então a incisão na pele termina sendo menor”, explicou o urologista e gerente da robótica do RHP, Clóvis Fraga. A integração inclui imagens por fluorescência, selador de vasos e grampeador.

O novo modelo também permite ao cirurgião ao acesso a multiquadrantes, o que possibilita chegar a locais difíceis do corpo em cirurgias complexas. Com a combinação da funcionalidade de uma plataforma móvel, o carrinho cirúrgico pode ser colocado em qualquer posição ao redor do paciente. O Da Vinci XI também tem visão 3D ampliada, permitindo percepção em profundidade e gerando imagens cristalinas. “Cerca de 80% das cirurgias realizadas com o robô hoje são em urologia, com o câncer de próstata, pois é uma região com muitos vasos e que requer um alto nível de precisão”, afirmou o vice-provedor do RHP, Joaquim Amorim, em visita ao Diario de Pernambuco.

De acordo com Clóvis Fraga, além de manter a segurança das outras técnicas na questão da oncologia, a robótica permite resultados como a diminuição das chances de incontinência urinária e a maior possibilidade de preservação da potencial sexual, no quesito funcional. “O Da Vinci possibilita uma dissecção melhor dos tecidos. Além de tudo, traz uma recuperação mais rápida no pós-operatório, aumenta as chances de alta precoce e o retorno mais rápido às atividades habituais”, detalhou o médico.

O uso do XI não será destinado apenas à urologia. A equipe de médicos que conduzirá os procedimentos é multidisciplinar e composta por urologista, cirurgião bariátrico, cirurgião geral, coloproctologista, cirurgião torácico e ginecológico. Clóvis Fraga, que coordenará o serviço, possui fellowship no Institut de Recherche Contre le Cancer D’Appareil Digestif (Ircad), da França e três anos de experiência em cirurgia robótica em Pernambuco. Os profissionais estão realizando treinamento no Ircad América Latina, localizado no Rio de Janeiro.

Outras novidades

Também neste mês, começará a funcionar no RHP o segundo aparelho PET-Scan da unidade, um exame de tomografia capaz de realizar o mapeamento de diferentes substâncias químicas radioativas no organismo. “Quando adquirimos a primeira máquina, fazíamos entre quatro a cinco exames por dia. Hoje, são 20 a 25. A demanda é grande, por isso a necessidade de outro PET-Scan. Com ele, duplicaremos a nossa capacidade de realizar o exame”, afirmou Joaquim Amorim. Outra novidade anunciada pelo vice-provedor é relacionada à permanente expansão do hospital. Neste ano, começa a construção do décimo primeiro prédio do RHP, que será um centro dedicado a aglutinar os serviços de oncologia.

Prévia carnavalesca

Completando Bodas de Prata, o Bloco do hospital, o Segura a Seringa, anunciou novidades para a edição da festa deste ano. Voltará a ser realizado no Classic Hall e trará como atração a baiana Ivete Sangalo, que no ano passado não pode participar da folia em função da gravidez. Com o tema “Personagens fantásticos que vieram com Cabral saúdam o nosso Carnaval”, o Segura a Seringa de 2019 acontecerá no próximo dia 8, às 21h. Além de Ivete, sobem ao palco a Orquestra Maximus e o cantor Bell Marques. Os ingressos estão disponíveis para compra na loja Shorts Co (piso L2 – Shopping RioMar) e nos sites wedoeventos.com, Ticket Folia e Ingressos Prime.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.