Esporte Univasf oferece aulas gratuitas de capoeira em Petrolina

Publicado em: 31/01/2019 19:23 Atualizado em: 31/01/2019 19:31

As inscrições estão abertas e podem participar crianças e adultos de ambos os sexos e sem limite de idade. Foto: Univasf/Divulgação.
As inscrições estão abertas e podem participar crianças e adultos de ambos os sexos e sem limite de idade. Foto: Univasf/Divulgação.
Com o objetivo de divulgar a capoeira e seus benefícios para a saúde da população e promover o reconhecimento e a valorização da prática para a comunidade, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) está oferecendo aulas gratuitas desta modalidade. A iniciativa é do projeto de extensão Capoeira na Univasf. As inscrições estão abertas e podem participar crianças e adultos de ambos os sexos e sem limite de idade.

Os interessados devem comparecer à sala 3 do ginásio do Complexo Esportivo, no campus sede da Univasf, em Petrolina, nas segundas e quartas-feiras, a partir das 15h30; e nas quartas e quintas-feiras, a partir das 9h. As inscrições podem ser feitas também por meio do número do WhatsApp (87) 9943-8686 do professor Sérgio Moreira. É necessário apresentar documento de identificação.

As atividades do projeto de extensão Capoeira na Univasf ocorrem ao longo do ano. Há uma turma pela manhã, com aula às quartas e quintas–feiras, das 9h às 10h30. Esta turma será dividida entre crianças, adultos iniciantes e intermediários. À tarde, há duas turmas com atividades às segundas e quartas-feiras, das 16h às 17h (iniciantes) e das 17h às 18h (intermediários), ambas para alunos com idade a partir de 11 anos. O limite de participantes em cada horário e turma é de 30 alunos. As aulas já iniciaram, mas o ingresso de novos participantes pode ocorrer até o preenchimento das vagas.

As aulas do projeto são ministradas pelo professor Sérgio Moreira com a participação de dois bolsistas, estudantes do quarto semestre do curso de educação física da Univasf, Renan Luna Sobral e Renato de Luna Sobral. É recomendado que os participantes do projeto compareçam às aulas com calça e camiseta de malha flexível.

O Capoeira na Univasf surgiu em 2016, direcionado à comunidade em geral. O projeto adota em suas aulas o método-sistema da Associação Brasileira de Apoio e Desenvolvimento da Arte Capoeira - Abadá Capoeira, escola reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC), em janeiro de 2016. A Associação conta com mais de 40 mil integrantes de todos os estados brasileiros e também com participantes presentes em mais de 60 países, nos cinco continentes. A escola é presidida por José Tadeu Carneiro Cardoso, conhecido popularmente como mestre Camisa.

"O projeto colabora para a disseminação da capoeira e seus benefícios à saúde da comunidade. E, entre os muros universitários é importante no aspecto da produção científica para a modalidade e fundamentalmente na formação de recursos humanos especializados na área", afirma o professor Moreira.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.