Apreenção Secretaria de Justiça e Direitos Humanos adia destruição de armas apreendidas em presídios O ato aconteceria no Pjallb, no bairro do Sancho, mas foi cancelado por conta da chuva

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 28/01/2019 09:33 Atualizado em: 28/01/2019 09:44

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) cancelou a destruição de 1.746 armas brancas, que aconteceria na manhã de hoje (28). Por conta das fortes chuvas, pontos de alagamento e retenção no trânsito em toda Região Metropolita de Recife, o órgão irá marcar uma nova data.

As armas foram apreendidas nas unidades prisionais e cadeias públicas do Estado ao longo do ano de 2018. O ato seria realizado às 9h, em frente ao Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros (Pjallb), no Complexo do Curado, localizado na Avenida Liberdade, no bairro do Sancho. 

> Leia mais:

Manhã de chuva, trovões e quedas de energia no Grande Recife

Foram convidades para o ato o Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico; o secretário-executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues; e o superintendente de Segurança Penitenciária da Seres, Clinton Paiva.

Todas as 55 armas de fogo encontradas no ano passado tiveram destino diferente. Elas foram encaminhadas às delegacias das áreas de circunscrição dos presídios onde foram apreendidas. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.