Celebração Detentos do Presídio de Igarassu se casam em cerimônia coletiva

Publicado em: 25/01/2019 18:19 Atualizado em:

Fotos: Márcia Galindo/Seres
Fotos: Márcia Galindo/Seres

Os detentos do Presídio de Igarassu (PIG) participaram, na manhã desta sexta (25/01), de uma cerimônia coletiva de união estável. Realizado no espaço ecumênico do presídio, o evento reuniu 35 casais. Na presença de 70 convidados, entre familiares e amigos, e com direito a bolo, buquê, ambiente ornamentado e trajes tradicionais, a cerimônia foi celebrada pelo pastor Elísio José, da Igreja Evangélica Casa da Benção, em Rio Doce, Olinda. A Defensoria Pública ofereceu apoio jurídico aos noivos com a gratuidade dos serviços do cartório.

Se a união foi firmada dentro do presídio, seis meses após se conhecerem, os planos para o futuro do detento Alessandro de Melo, 34 anos, e sua, agora, esposa Maria Lúcia, 31, são bem longe daquele ambiente. "A gente se conheceu durante as visitas, nos casamos, queremos continuar servindo ao Senhor e temos o sonho de morar juntos", afirmou Alessandro. "Somos aceitos por todos e, independente do lugar, me sinto feliz ao lado dele. Todos que estão aqui também merecem sentir essa emoção. São seres humanos como qualquer outro e estão aprendendo com os erros para serem melhores", disse a noiva Maria Lúcia.

Entre os presentes no casamento estavam Charles Belarmino (gerente do PIG) e o José Wilker Neves (defensor público). Em 2018, o PIG realizou dois casamentos coletivos com a união de 78 casais.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.