Crime Homem comete homicídio e depois se mata em Piedade Vítima estava dentro do carro quando foi surpreendida

Publicado em: 25/01/2019 10:47 Atualizado em: 25/01/2019 22:00

Crime aconteceu nas imediações da Bernardo Vieira de Melo. Foto: reprodução/GoogleMaps
Crime aconteceu nas imediações da Bernardo Vieira de Melo. Foto: reprodução/GoogleMaps
A Polícia Civil está investigando um homicídio seguido de um suicídio, na manhã desta sexta (25), em Piedade, Jaboatão dos Guararapes. O crime aconteceu na altura da Avenida Bernardo Vieira de Melo, por volta das 7h, nas proximidades de um posto da gasolina. Segundo informações, Ramsés Alessandro Costa de Andrade, cuja idade não foi informada, foi morto pelo frentista Luciano Gomes, 43 anos, que se suicidou em seguida.

Ainda segundo a polícia, Luciano estaria no porta-malas do carro ocupado por Ramsés e desceu do veículo ainda em movimento, aproximou-se da vítima e disparou um tiro na cabeça dela. Depois, se matou. O carro estava sendo dirigido pela ex-esposa de Luciano, de quem ele havia se separado recenemtente, identificada como Ana Paula Araújo Gomes. Ela, como motorista de aplicativo, estava prestando um serviço a Ramsés, de quem era amiga.

As informações dão conta de que Luciano Gomes, no porta-malas do veículo, chutou o banco traseiro e, ainda com o carro em movimento, atirou duas vezes na cabeça de Ramsés. E que, em seguida, se matou. O revólver calibre 38 estava com seis munições, sendo três deflagradas.

Ainda segundo informações dos funcionários do posto de combustíveis onde Ana Paula estacionou, ela chegou ao local sem ferimentos, mas muito abalada, chorando. Os corpos ficaram dentro do automóvel, sendo um no banco do carona e o outro, na parte traseira. No veículo e no chão, em volta dele, havia muitas marcas de sangue.

Conhecidos de Lucianno, que trabalhava nas proximidades, também em um posto de gasolina, estiveram no local. Um deles, Luiz Henrique de Santana, em entrevista à TV Globo, comentou sobre o caráter do homem. "Era uma pessoa tranquila, pessoa ótima, maravilhosa. Sempre abastecia com ele no posto  aqui perto onde ele trabalhava, à noite. Não via maldade nele", afirmou.

Há informações de que Luciano e Ana Paula foram casados durante 23 anos e têm uma filha, menor de idade. O delegado Cláudio Neto, da Força Tarefa Sul esteve no local e instaurou inquérito.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.