Operação Primus Polícia desarticula quadrilha responsável por roubos e homicídios na Zona Norte do Recife Com a Operação Primus, a Polícia conseguiu evitar cinco homicídios e quadro roubos que estavam na mira da organização criminosa

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 09/01/2019 10:31 Atualizado em: 09/01/2019 10:39

Na foto, delegada Patrícia Domingos, responsável pela Operação Primus e o diretor da Diretoria Integrada Especializada, Delegado José Cláudio.
Foto: Divulgação/Polícia Civil. (Na foto, delegada Patrícia Domingos, responsável pela Operação Primus e o diretor da Diretoria Integrada Especializada, Delegado José Cláudio.
Foto: Divulgação/Polícia Civil.)
Na foto, delegada Patrícia Domingos, responsável pela Operação Primus e o diretor da Diretoria Integrada Especializada, Delegado José Cláudio. Foto: Divulgação/Polícia Civil.

A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha responsável por crimes como homicídio, roubos e tráfico de drogas que atuava na Zona Norte do Recife.Até o momento, 15 pessoas já foram presas e armas e drogas foram apreendidas. Com a conclusão da Operação, a Polícia conseguiu impedir cinco homicídios e quatro roubos.

A Operação Primus teve início em 2017 e foi concluída na última terça-feira (8). Ontem foram realizadas oito buscas em casas de pessoas suspeitas. Durante a Operação foram apreendidos nove quilos de maconha, cinco armas de fogo e armas brancas que também eram utilizadas na prática dos roubos. O grupo atuava no bairro de Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife praticando homicídios, roubos de celulares e tráfico de entorpecentes.

Ontem a Polícia realizou a prisão de uma das suspeitas por posse de munição de forma ilegal. Na residência da suspeita foram encontrados três celulares. Um deles já foi confirmado como fruto de roubo. Ela foi autuada por tráfico e receptação qualificada. 

Segundo as investigações, essa suspeita comandava a parte do grupo responsável pela prática dos roubos por encomenda. Então, se havia uma pessoa interessada em adquirir um determinado modelo de celular, ela iria em busca de roubar pessoas que tinham aquele modelo procurada para vender.

"Chama a atenção a violência com a qual eles praticam os crimes. Durante as investigações, foram impedidos cinco homicídios. As pessoas foram monitoradas e a Polícia consegui agir para impedir esses crimes, além de quatro roubos", comentou a delegada Patrícia Domingos, titular da 5° DPH.

Há ainda a suspeita de que o grupo realizava a comercialização de cocaína. "Foi apreendido durante a operação um pacote com diversos recipientes plásticos conhecidos como pinos que são normalmente utilizados para armazenar cocaína". 

A partir de agora, a polícia continua as investigações para apurar os responsáveis por um homicídio. "A Operação apura a atuação do grupo envolvido com associação para o tráfico de entorpecentes, roubos e homicídios", disse Patrícia Domingos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.