Três estudantes de escolas públicas estaduais embarcam na próxima semana para o Estados Unidos Eles vão passar três dias em Brasília e depois seguem para o país norte-americano, onde farão intercâmbio de três semanas

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 05/01/2019 18:15 Atualizado em:

As escolhidas passaram por um processo de seleção Créditos: Gil Menezes
As escolhidas passaram por um processo de seleção Créditos: Gil Menezes
Na próxima terça-feira (8), três estudantes da Rede Estadual de Ensino e um professor da Associação Brasil-América (ABA) viajam para Brasília, onde permanecem por três dias. Em seguida, embarcam num voo para os Estados Unidos, onde participam de um intercâmbio por três semanas. A decisão foi tomada numa reunião com os participantes pernambucanos do Programa Jovens Embaixadores 2019. O  encontro foi realizado na Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco, promovido pela Gerência de Programas e Projetos Especiais (Gerpe). 

Cinquenta estudantes brasileiros que se destacaram na rede pública de ensino conhecem, durante o intercâmbio, algumas cidades dos Estados Unidos, participam de reuniões com autoridades do governo norte-americano , visitam escolas públicas e projetos sociais. Hospedados em casas de famílias voluntárias, os Jovens Embaixadores também frequentam aula em escolas da região, participam em atividades de voluntariado.

Na viagem, eles também fazem apresentações sobre o Brasil e fortalecem seu perfil de liderança, algo buscado, por exemplo, pela jovem Maria Eugênia está buscando para sua carreira. Maria Eugênia estuda na Escola de Aplicação Professora Ivonita Alves Guerra, em Garanhuns, mas já pensa em sua carreira: quer ser diplomata. “Seguir essa carreira é algo tão desejado que ao deitar eu penso no dia em que serei diplomata. Eu quero ser a porta de entrada do Brasil para as pessoas do exterior, mostrar a elas a história do nosso País e representar as melhores formas que o Brasil pode ser. Esse intercâmbio é a porta de entrada para todas estas experiências, uma oportunidade incrível” contou a jovem.

Segundo a Secretaria de Educação, o Programa Jovens Embaixadores é uma oportunidade para os estudantes de escolas públicas. O processo de seleção não é fácil, mas os estudantes têm a chance de vivenciar, quando aprovados, uma experiência que pode mudar os rumos de suas vidas. Depois do intercâmbio, os jovens são orientados a trabalhar na elaboração e implantação de um projeto de cidadania nas comunidades em que estão inseridos. Além disso, muitos deles acabam participando também de outras iniciativas no exterior. O Programa abre portas!”, comentou Márcia Rodrigues, gestora de Projetos Especiais.

Bernardo Cabral Oliveira, professor da ABA, coordenará um grupo de dez estudantes no intercâmbio em solo norte-americano. “Meus estudantes são adolescentes e ter a oportunidade de acompanhar outros jovens nesta experiência é muito gratificante. Assim como para os estudantes, o processo seletivo para professores também é bastante concorrido, então é mais um motivo para eu ficar feliz”, contou Bernardo.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.