Educação IFPE inaugura sede definitiva do campus Cabo de Santo Agostinho Obra recebeu um investimento de R$ 35 milhões por parte do Ministério da Educação

Publicado em: 28/12/2018 15:29 Atualizado em: 28/12/2018 15:35

A previsão é de que o novo prédio já receba os estudantes no início do primeiro semestre de 2019. Foto: IFPE/Divulgação.
A previsão é de que o novo prédio já receba os estudantes no início do primeiro semestre de 2019. Foto: IFPE/Divulgação.
O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) inaugurou, nesta sexta-feira (28), a sede definitiva do campus Cabo de Santo Agostinho. A cerimônia foi realizada no novo prédio da unidade, com a presença da reitora do IFPE, Anália Ribeiro, do diretor-geral do Campus Cabo, Daniel Assunção, da Diretora do Departamento de Obras e Projetos do IFPE, Virgínia Gouveia, e do deputado Federal Mendonça Filho, que representou o Ministério da Educação (MEC).

Localizada no terreno do Convida Suape, a obra teve início em 2015 e recebeu um investimento total de R$ 35 milhões por parte do MEC. A nova sede conta com uma área de 12.650 metros quadrados, dois blocos de sala de aula com 15 ambientes, dois blocos de laboratórios com 12 ambientes, além de um bloco administrativo, um bloco acadêmico e um ginásio poliesportivo. A estrutura inclui ainda auditório, biblioteca, área de convivência, além de uma creche para receber os filhos de servidores, estudantes e da comunidade local.

"Vivemos um dia simbólico porque, amanhã, completamos dez anos da lei que criou os Institutos Federais. Hoje, estamos inaugurando o primeiro campus da terceira expansão e isso é uma resultado de uma caminhada que não se faz sozinho. O IFPE existe para democratizar a sociedade e transformar vidas e esse campus faz parte dessa construção", afirmou a reitora Anália Ribeiro.

Atualmente, são ofertados no campus quatro cursos técnicos subsequentes: hospedagem, cozinha, logística e meio ambiente, além do curso de qualificação profissional de almoxarife. A partir do primeiro semestre de 2019, serão oferecidos dois cursos superiores, o de bacharelado em administração e o de tecnologia em hotelaria, além da especialização em gestão estratégica em logística.

Com a mudança de sede, a previsão é de sejam abertos ainda dois novos cursos superiores no segundo semestre: tecnologia em gastronomia e engenharia ambiental. A previsão é de que o novo prédio já receba os estudantes no início do primeiro semestre de 2019.

Obras

Entre os campi da terceira expansão, o próximo a ser inaugurado é o de Abreu e Lima, que hoje funciona provisoriamente num prédio cedido pela prefeitura do município. A previsão é de que a sede definitiva seja aberta à comunidade no mês de fevereiro do próximo ano. Já as novas sedes dos campi Igarassu e Paulista têm inauguração programada para o mês de julho, e Palmares, para dezembro. Já o campus Olinda depende da resolução de pendências em relação ao terreno cedido pela prefeitura. 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.