Educação IFPE inaugura nova sede do campus Cabo de Santo Agostinho nesta sexta A nova sede contará com uma área de 12.650 metros quadrados, dois blocos de sala de aula com 15 ambiente

Publicado em: 27/12/2018 16:37 Atualizado em: 27/12/2018 16:41

Atualmente, são ofertados no campus Cabo três cursos técnicos subsequentes. Foto: IFPE/Divulgação.
Atualmente, são ofertados no campus Cabo três cursos técnicos subsequentes. Foto: IFPE/Divulgação.
O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) inaugura, nesta sexta-feira (28), a sede definitiva do campus Cabo de Santo Agostinho. Localizada no terreno do Convida Suape, a obra teve início em 2015 e recebeu um investimento total de R$ 35 milhões por parte do Ministério da Educação (MEC). A cerimônia será realizada às 10h, no novo prédio da unidade, que fica na rodovia BR-101 Sul, Km 107, Gleba 1A, Antigo Engenho São  Francisco, no bairro de Mercês.

A nova sede contará com uma área de 12.650 metros quadrados, dois blocos de sala de aula com 15 ambientes, dois blocos de laboratórios com 12 ambientes, além de um bloco administrativo, um bloco acadêmico e um ginásio poliesportivo. O campus terá ainda auditório, biblioteca, área de convivência, além de uma creche para receber os filhos de servidores, estudantes e da comunidade local.

Atualmente, são ofertados no campus Cabo três cursos técnicos subsequentes: hospedagem e cozinha, logística e meio ambiente. Com a mudança, a previsão é de que sejam oferecidos também cursos superiores e de pós-graduação. A expectativa é de que a unidade passe a atender cerca de 1,5 mil estudantes.

O campus Cabo é fruto da terceira fase da expansão da rede federal de educação profissional e tecnológica, que deu origem a outras seis unidades do IFPE: Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Palmares, Paulista, Olinda e Abreu e Lima. Criado em 2014, o campus vinha funcionando provisoriamente nas instalações da Faculdade de Ciências Humanas (Fachuca), no município. A previsão é de que o novo prédio já receba os estudantes no início do primeiro semestre de 2019. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.