Educação CESAR School capacita professores em parceria inédita no Brasil Serão formados educadores da rede estadual de ensino, do Senai e do IFPE

Publicado em: 18/12/2018 15:41 Atualizado em: 18/12/2018 15:52

A CESAR School fica no Bairro do Recife. Foto: Gabriel Melo/Esp.DP.
A CESAR School fica no Bairro do Recife. Foto: Gabriel Melo/Esp.DP.
O novo panorama de transformações sociais reacendeu o debate sobre o papel da educação na sociedade. É com a proposta de desenvolver as habilidades que os estudantes necessitam para desempenhar suas atividades acadêmicas e ter sucesso em suas carreiras, que entra em pauta o conceito de educação 3.0, aquela em que os alunos são capazes de solucionar problemas inéditos de forma colaborativa, trabalhando em equipes. Baseado nessa premissa, o Instituto Aliança – responsável por coordenar o projeto Novos Empregos e Oportunidades (NEO) no Brasil – escolheu Pernambuco como o primeiro estado brasileiro a receber o programa.

A CESAR School ficou responsável pela criação e execução da formação de educadores da Secretaria de Educação de Pernambuco, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) para gestão de projetos em educação 3.0.

A formação busca contribuir no desenvolvimento da habilidade socioemocional dos educadores do estado, através da capacitação digital, para que eles possam desenvolver protótipos capazes de solucionar problemas dentro da própria escola, além de aprenderem a usar e criar novas tecnologias, enfrentando os desafios decorrentes do cenário atual e futuro, deixando-os aptos a prepararem os jovens para a realidade do mundo digital, imediatista e globalizado.

"Participar do NEO foi muito proveitoso, nos fazendo ter uma visão diferente da educação e da maneira como abordar os conteúdos. Tudo isso de maneira prática, nas quais podemos associar rapidamente o que está sendo vivenciado com as possíveis utilizações em sala de aula", disse a professora da Escola Técnica Estadual (ETE) José Nivaldo Pereira Ramos, localizada em Santa Cruz do Capibaribe, Juliana Gomes.

Com expectativa de envolver 128 unidades educacionais públicas e privadas por todo estado e atender por volta de 70 mil jovens, o aperfeiçoamento profissional começou em maio deste ano, através da seleção de 350 educadores de instituições do estado, que foram divididos em 14 turmas entre Recife e Caruaru.

"Os educadores tiveram acesso ao uso de ferramentas utilizadas no mundo coorporativo em áreas como Design de Experiência do Usuário e Gestão de Projetos e puderam se apropriar do uso dessas ferramentas para os seus contextos pedagógicos. E, somente apoiando os educadores para a transformação dos seus modelos mentais, é que acreditamos que essa transformação poderá chegar aos estudantes", afirmou a professora da CESAR School Juliana Pereira Gonçalves.

Serão 64h de carga horária, sendo 40h de aula presencial – em cinco dias úteis corridos -, e 24h remotas, que serão encerradas em outubro deste ano. No conteúdo: Educação 3.0; Didáticas para Educação 3.0; Desenvolvimento de Projetos e Gestão de Projetos.

Após a conclusão da formação, os educadores ganharão acompanhamento dos profissionais da CESAR School em dois workshops com Plano de Ação para Educação por Projetos, que engloba a construção de um plano de ação para ser executado na escola e vivenciar em cenário real a aplicação de projetos no contexto da educação. A previsão é de que todo o processo de formação termine em março de 2019.

Até junho de 2020, outras turmas deverão ser capacitadas. Atualmente, 250 educadores já foram formados e estão aptos a serem multiplicadores daquilo o que aprenderam. "Como resultados dessa formação, já é possível perceber resultados em habilidades socioemocionais dos educadores. A criatividade e a resolução de problemas são as que eles têm apresentado resultados mais expressivos. Com isso, acreditamos que podemos afirmar que estamos contribuindo para a mudança de mentalidade desses educadores, haja visto que essas duas habilidades fazem parte do mindset empreendedor", explicou a analista educacional do CESAR Janaína Branco.

Para a educadora, a maior expectativa em relação ao projeto é preparar os estudantes para um mercado de trabalho cada vez mais acirrado. "Com a formação, aprendi técnicas e abordagens que possibilitam o estímulo de habilidades e competências socioemocionais dos estudantes, o que no curso em que atuo, que é a de Técnico em Administração, é essencial para que se tornem profissionais orientados a resolução de problemas", ressaltou.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.