Fundaj Museu do Homem do Nordeste celebra o Natal com presépio africano em evento nesta terça Haverá ainda homenagem ao funcionário mais antigo do museu, Rizonildo Guedes, e apresentação cultural

Publicado em: 13/12/2018 14:35 Atualizado em: 13/12/2018 14:47

A Nossa Senhora africana, com o cabelo em dreadlock, é uma das peças exibidas. Foto: Fundaj/Divulgação.
A Nossa Senhora africana, com o cabelo em dreadlock, é uma das peças exibidas. Foto: Fundaj/Divulgação.
O Natal será comemorado no Museu do Homem do Nordeste, em Casa Forte, Zona Norte do Recife, em evento gratuito nesta terça-feira (18). Uma exposição natalina, com um presépio africano, será aberta ao público. Haverá ainda homenagem ao funcionário mais antigo do museu, Rizonildo Guedes, que trabalha há 40 anos no local, e apresentação cultural.

A Nossa Senhora africana, com o cabelo em dreadlock - penteado que faz parte do movimento rastafári, de origem judaico-cristão e surgido na Jamaica, é uma das peças que serão exibidas. Além dela, outros personagens irão representar nacionalidades de todo o mundo e diversas religiões, desde alemães luteranos, ingleses anglicanos a árabes muçulmanos.

"Para o nosso museu, muito mais importante do que as diferenças, importam as semelhanças entre as pessoas. Cor, religião, etnia, nada disso tem, de fato, importância. São diferenças muito superficiais. O Museu do Homem do Nordeste tem a convicção de que os seres humanos são essencialmente iguais", explicou a antropóloga Ciema Mello.

Com a exposição, o Museu do Homem do Nordeste tem o objetivo de transmitir uma mensagem de Natal: que a data seja um marco para que as pessoas tenham mais apreço por suas semelhanças e menos pelas diferenças.

No evento, o poeta paraibano Chico Pedrosa vai declamar algumas de suas obras, com temáticas que costumam falar da rotina no Sertão e da cultura popular da região. Chico já levou suas poesias de cordel pelo país e também para outros países, como Portugal e Espanha.

Serviço:
Data: 18 de dezembro de 2018
Horário: 16h
Local: Museu do Homem do Nordeste (Avenida Dezessete de Agosto, 2187, Casa Forte, Recife)





Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.