Saneamento Boa Viagem e Imbiribeira receberão obras de esgotamento sanitário Mais de 150 mil pessoas serão beneficiadas nos dois bairros da Zona Sul

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/12/2018 12:34 Atualizado em: 11/12/2018 12:53

Foto: Divulgação / Compesa
Foto: Divulgação / Compesa

O bairro mais populoso do Recife, Boa Viagem, e também a Imbiribeira, localizados na Zona Sul da cidade, estão recebendo obras para implantação dos serviços de coleta e tratamento de esgoto. Com essas intervenções, os dois locais passarão a ter uma cobertura de mais de 90% de esgotamento sanitário, beneficiando mais de 150 mil pessoas. As intervenções já foram iniciadas pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e preveem a construção de oito estações elevatórias (para bombeamento) e mais de 30 quilômetros de tubulações distribuídos em redes coletoras, emissários e ramais domiciliares.
 
Para construir o restante desse sistema de esgotamento sanitário, será aplicado um investimento de quase R$ 33 milhões, proveniente de recursos públicos da Caixa/OGU, com prazo de conclusão previsto para junho de 2020. Essa área contemplada pelas obras é delimitada pelo Rio Tejipió e Estuário do Pina, ao norte; pela Rua Cândido Ferreira, em Jaboatão dos Guararapes, ao sul; pela Avenida Domingos Ferreira, Rua Visconde de Jequitinhonha e Rua Ernesto de Souza Leão, a leste; e pela Estrada da Batalha e Avenida Mascarenhas de Morais, a oeste. Uma pequena parte do bairro de Piedade, conhecida como Porta Larga, também será beneficiada. “Os investimentos para implantação desse sistema foram inicialmente realizados pelo Programa Estruturador do Recife (Proest 1). Mas, por falta de repasse de recursos do Ministério das Cidades, as obras foram suspensas”, informa o gerente de Obras da Compesa, Rafael Ramos.


Os trabalhos foram retomados, em junho deste ano, e a companhia adotou a estratégia de dividir as intervenções em dois contratos distintos para dar mais celeridade aos serviços. As frentes de trabalho estão atuando, neste momento, na construção de quatro estações elevatórias, sendo duas no bairro de Boa Viagem, e outras duas unidades na Imbiribeira. O esgoto coletado nesses dois bairros será destinado para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Cabanga, localizada no bairro do Cabanga. “Na primeira fase do Proest, foi feito o assentamento de mais de 100 quilômetros de rede coletora, que corresponde a 82% da rede prevista para ser implantada. As obras que estamos executando agora vão complementar esse sistema”, explica Rafael Ramos, acrescentando que outra parte do bairro da Imbiribeira, a oeste da Avenida Mascarenhas de Morais, já conta com sistema de esgotamento sanitário construído por meio do Proest 2.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.